3M investe pesado em P&D no Brasil. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A 3M do Brasil anunciou a ampliação do seu Centro Técnico para Clientes e do Laboratório de Pesquisa & Desenvolvimento na sua planta de Sumaré, em São Paulo.  

O investimento na ampliação foi de US$ 13 milhões, aumentando a área de 5,6 mil m2 para 10 mil m2, adequando a infraestrutura dos prédios às necessidades e demandas atuais e futuras do mercado, conforme destaca a empresa.

O Centro Técnico para Clientes passa dos atuais 17 laboratórios de serviço técnico para 21, e o Laboratório de P&D ganha três novas áreas, a de pesquisa corporativa, a de tecnologia de polímeros e a da prototipagem em 3D.

“Além da ampliação da estrutura física, adquirimos equipamentos de última geração, e estamos ampliando nosso quadro de cientistas, engenheiros e técnicos focados na busca de novas tecnologias e da inovação em um patamar mais avançado”, declara Chris Olson, Diretor de P&D da 3M do Brasil.

No total, estas estruturas reúnem hoje 175 profissionais e até 2016 passarão a contar com 280 no total, com a expectativa de ampliação da capacidade de inovação.

De acordo com o executivo, atualmente, 32% do faturamento da 3M no Brasil é proveniente de produtos lançados nos últimos cinco anos.

"Para 2017, este número deve saltar para 40% e, a ampliação do Centro de Pesquisas & Desenvolvimento certamente nos auxiliará a alcançar esta meta”, afirma o executivo.
 
Somente nos últimos cinco anos, a companhia incrementou o segmento de P&D com cerca de US$ 7,3 bilhões globalmente. Hoje, são mais de 8,2 mil pesquisadores em todo o mundo (entre cientistas, engenheiros e técnicos) voltados a este trabalho.
 
A empresa conta com 35 unidades de Centro Técnico para Clientes globalmente, sendo que o centro do Brasil, inaugurado em 2005, foi o primeiro da América Latina.

Já o Laboratório de Pesquisa & Desenvolvimento local foi inaugurado em 2008 e faz parte de um conjunto de 85 laboratórios da organização espalhado pelo mundo.
 
No Brasil, a companhia obteve faturamento bruto de R$ 2,9 bilhões em 2012, e conta com mais de 4 mil funcionários em sete unidades fabris localizadas nos estados de São Paulo e Amazonas. A 3M detém ainda o controle da Incavas, instalada no Rio Grande do Sul.