O Startup Rio é um programa de pré-aceleração focado em TIC. Foto: Filipe Frazao/Shutterstock.

O programa Startup Rio, do governo do estado do Rio de Janeiro, abre na quinta-feira, 20, o edital para a seleção da sua segunda turma de startups. O orçamento da iniciativa é de R$ 5 milhões e serão escolhidos até 50 projetos. 

Cada selecionado receberá até R$ 100 mil em incentivo. Os critérios de seleção são originalidade, escalabilidade e capacidade técnica dos proponentes dos projetos.

O Startup Rio é um programa de pré-aceleração. Durante um ano, os projetos escolhidos ficam instalados em um espaço de co-working, onde recebem treinamento e orientação de especialistas, sob a coordenação da aceleradora Outsource Brazil.

"O estado do Rio quer fomentar áreas estratégicas para além do setor de petróleo", explica Tande Vieira, subsecretário da secretaria de ciência e tecnologia do estado do Rio de Janeiro. 

Segundo ele, entre as áreas prioritárias para investimento estão tecnologia da informação e comunicação, biotecnologia e nanotecnologia. 

A primeira turma do Startup Rio foi composta de 50 projetos, com incentivo médio de R$ 60 mil para cada. O demo day do programa aconteceu na última terça-feira, 18.

Segundo o banco de dados da ABStartups, há 287startups no Rio de Janeiro. O estado concentra 8% das empresas do tipo no país, ficando atrás de São Paulo e Minas Gerais no número de companhias.