A Siemens acaba de criar seu primeiro Centro de Competências de Carnes. Foto: Divulgação.

A Siemens, focada em soluções de digitalização, infraestrutura, automação, drives e softwares para a indústria, acaba de criar o primeiro Centro de Competências de Carnes da companhia no mundo. O ambiente fica na unidade de São Paulo.

O objetivo do centro é oferecer soluções tecnológicas específicas para clientes que atuam no mercado de bovinos, aves e suínos, com foco em rastreabilidade e automação de processos.

A produção de carnes integra o universo do gigante agronegócio brasileiro, responsável por quase 41% da balança comercial do país, que totaliza US$ 217,74 bilhões, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

O Brasil foi escolhido como base do primeiro Centro de Competências de Carnes da Siemens no mundo pela importância do segmento para o país.

“Os grandes produtores já percebem que o consumidor global exige determinados investimentos”, diz André Clark, CEO da Siemens no Brasil, que palestrou na Reunião-Almoço da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha no Rio Grande do Sul.

De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, o Brasil é o maior exportador global de carne bovina e deve atingir 2 milhões de toneladas este ano, ante 1,8 milhão no ano passado.

Para Siemens, a posição de liderança ficou ameaçada após a suspensão das exportações brasileiras em alguns períodos da Operação Carne Fraca, mas alertou as empresas sobre a necessidade sistemas que comprovem a origem, qualidade e confiabilidade de seus produtos.

Atender a essa demanda do mercado será um dos focos do Centro de Competência de Carnes no Brasil. 

As soluções desenvolvidas no Centro de Competências de Carnes no Brasil contarão também com a participação de especialistas das áreas de Pesquisa e Desenvolvimento de outras unidades da empresa em todo mundo.

Além do núcleo de São Paulo, que conduzirá o desenvolvimento de soluções voltadas ao setor de carnes, o Centro contará também com células em Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, estados que são importantes polos do setor.

O Centro de Competências de Carnes desenvolverá tecnologias que serão utilizadas também como benchmarking global.