A IDG, dona do instituto de pesquisa IDC e de publicações da área de TI como Computerworld, IDGNow! e PCWorld, foi adquirida por investidores chineses.

Os compradores são o fundo  China Oceanwide Holdings Group e o IDG Capital, empresa de investimentos de propriedade de Hugo Shong, dono da franquia chinesa da IDG.

A IDG Capital tem participação em gigantes chineses como Baidu e Tencent.

Não foi revelado o valor da aquisição, mas Reuters já havia publicado que a negociação girava entre US$ 500 milhões e US$ 1 bilhão.

Investidores chineses tem conduzido uma farra de aquisições mundo a fora, em busca de acesso a novos mercados em meio a desaceleração da economia da China.

Na área de tecnologia, as compras mais recentes incluíram recentemente a Lexmark, por US$ 3,6 bilhões e a Ingram Micro por US$ 6 bilhões.