APIs

Salt Security abre no Brasil

20/01/2022 14:27

Empresa quente de segurança chama Daniela Costa, ex-Arcserve e CA.

Daniela Costa. Foto: Divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A Salt Security acaba de contratar Daniela Costa, ex-vice-presidente para vendas por parceiros da Arcserve, para abrir a sua operação direta no Brasil.

Costa terá o cargo de diretora de vendas para América Latina na empresa, especializada em proteção de APIs. 

A executiva é experiente no nicho de segurança, com ênfase na parte de gerenciamento de dados, que tem lá suas similaridades com o que faz a Salt.

Além dos sete anos na Arcserve, ela passou quase 15 na CA, atuando boa parte deles na unidade de gerenciamento de dados.

A contratação de Costa representa um incremento da presença da Salt no Brasil.

Até agora, a empresa vinha atuando por meio da M3Corp, uma distribuidora especializada em segurança da informação.

A Salt tem sede em Palo Alto, no Vale do Silício, mas como muitas startups de segurança, tem um pé em Israel, tendo sido fundada por ex-integrantes do Exército isralense, conhecido pela sua excelência no tema cibersegurança.

Fundada em 2016, a companhia está embalada, tendo levantado US$ 120 milhões em capital em três rodadas, entre 2020 e 2021, incluindo fundos de peso como Advent e Sequoia. 

No final do ano passado, o site especializado Ctech cravou que vinha por aí uma nova rodada, na casa dos US$ 150 milhões, o que colocaria a Salt no time dos unicórnios, como são conhecidas startups com valor de mercado acima de US$ 1 bilhão.

Não é para menos. As interfaces de programação de aplicações, ou APIs, são uma parte fundamental do mundo da tecnologia hoje, permitindo que uma aplicação converse com outras.

Um relatório da Akamai aponta que 83% do tráfego da Internet hoje circula por meio de APIs.

Veja também

CALIENTE
Hackers trocam site da Localiza por pornô

Grupo Lapsus$ anunciou ataque, que foi confirmado pela locadora de veículos.

PLAYER
Red Unit: segurança para pequenas

Nova empresa tem CEO conhecido e investimento de R$ 6 milhões da Futurum.

TELECOM
Claro tem novo head de segurança

Alex Amorim é presidente do Instituto Brasileiro de Segurança, Proteção e Privacidade de Dados.

TELECOM
Inatel sofre ataque de ransomware

Parte do conteúdo do instituto foi criptografado e um dos backups, deletado.

CAPITÃO
TIM tem novo nome na segurança

Ricardo Salvatore tem uma longa experiência na Marinha do Brasil.

PROJETOS
Falconi terá negócio de segurança da informação

Gigante de consultoria fareja oportunidade de mercado em meio a onda de ataques.