TI da Engevix gasta 87% menos tempo em gerenciamento de infra. Foto: reprodução.

Tamanho da fonte: -A+A

A Engevix, empresa de engenharia com faturamento anual na casa do R$ 1,6 bilhão, contratou um projeto de virtualização de servidores da Dell que mais do que triplicou sua capacidade de armazenamento – de quatro terabytes para 15 terabytes – e otimizou em 50% o tempo de resposta dos sistemas.

O projeto englobou um ambiente virtual baseado em servidores Dell Power Edge com a plataforma Hyper-V, da Microsoft.

Além disso, o contrato, de valor não divulgado, incluiu o Dell Deployment Services, voltado a otimizar a utilização dos servidores Windows Server 2008 R2 com Hyper-V em um cluster de três servidores Dell PowerEdge R710, além de três storage arrays Dell EqualLogic PS6000XV.

Não bastasse esta estrutura, a empresa sediada em Barueri com unidade em Florianópolis também contratou dois servidores Dell PowerEdge R71, que rodam o banco de dados SQL, switches Dell PowerConnect 7024 para conectividade e uma biblioteca de fita Dell PowerVault TL2000 para rodar o backup.

Conforme Waldemar Augusto de Oliveira Neto, Gerente de Infraestrutura de TI da Engevix, o projeto reduziu em 87% as horas necessárias para gerenciamento da infraestrutura, e em 30% o consumo de energia.

O executivo lembra que a demanda surgiu em função do crescimento na área de serviços de EPC (engenharia, aquisição e gerenciamento de construção) da companhia, que denotou um gargalo no ambiente de servidores, composto então por 15 máquinas físicas, cada uma delas dedicada a rodar um aplicativo de negócio.

O resultado deste ambiente inicial era pouca flexibilidade, alta demanda de tempo da TI para gestão e suporte, e problemas com inatividade dos sistemas.

“Sempre que precisávamos de um novo aplicativo para um projeto, tínhamos de rodar um servidor dedicado distinto. Nossos funcionários gastavam 16 horas por semana gerenciando servidores e armazenamento em nosso data center”, conta Oliveira Neto.

Além disso, a empresa enfrentava muito tempo de paralisação não planejada e quando o hardware ficava indisponível, afetava a produção interna e poderia acarretar atraso nos projetos entregues na ponta, relembra o gerente.

Daí partiu a decisão de migrar o ambiente do data center para uma plataforma virtual, com armazenamento centralizado, e a ideia agradou tanto que a Engevix foi além e contratou o serviço ProSupport, da Dell.

“Neste serviço, técnicos especializados oferecem assistência técnica 24 horas por dia, sete dias por semana, com ações de prevenção proativa de problemas relacionados a hardware e software”, ressalta Ciro Julio Schmitt, diretor de TI da Engevix. “Hoje, temos uma economia de 728 horas anuais da equipe de TI”, completa.

Para enfatizar, ele exemplifica dizendo que antes do novo ambiente, os processos de provisionamento, entrega, implementação e configuração de servidor demoravam aproximadamente 20 dias. Hoje, um novo servidor é disponibilizado em três horas.

“É um ganho de 98% de tempo”, complementa.

Presente em seis países da América do Sul, América Central e África, a Engevix emprega mais de 4,3 mil colaboradores e atua em projetos nas áreas de óleo e gás, energia, siderurgia, mineração, papel e celulose e infraestrutura.