Projeto de novo data center ficará no terreno do Clínicas. Foto: divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A Aceco TI será a executora da obra do Citi (Centro Integrado de Tecnologia da Informação).

O mega data center de Porto Alegre reunirá as estruturas de informática do Hospital de Clínicas (HCPA), Centro Nacional de Supercomputação (Cesup) e Centro de Processamento de Dados da UFRGS (CPD-Ufrgs).

Segundo o Diário Oficial da União (DOU), a empresa será responsável pelos materiais e pela mão de obra da construção, ainda sem data para início.

A reportagem do Baguete Diário procurou o HCPA, mas a instituição preferiu não se pronunciar sobre o projeto.

MIL METROS DE DATA CENTER
O projeto, no ano passado, era orçado em R$ 40 milhões, e ficará no terreno do Hospital de Clínicas, perto do campus Porto Alegre da Universidade Federal gaúcha e a cerca de dois quilômetros da estrutura atual do Cesup.

O prédio, de 6,5 mil metros quadrados, vai abrigar os data centers em um andar inteiro de mil metros quadrados, segundo as plantas feitas pela porto-alegrense Certtum, especializada em prédios de missão crítica.

Depois de iniciadas as obras, o projeto deve levar 18 meses para ser construído, conforme adiantado pelo Baguete Diário no ano passado.

Somente do HCPA, segundo o site da instituição, são dois clusters de servidores Intel e 40 servidores auxiliares, bancos de dados Oracle, SQL Server e MySQL e armazenamento de 80 TB.

Nessa estrutura estão instalados os equipamentos centrais de TI do hospital, sendo ali monitorados: aplicativos para Gestão Hospitalar, rede, servidores, ambiente de armazenamento de dados, serviços de internet e intranet e softwares de terceiros.

Este ambiente fica disponível permanentemente e possui uma equipe de técnicos que atua 24 horas por dia.

CONVERGENTE
Detalhes como quando exatamente o projeto começa a ser executado e o valor do contrato com a Aceco IT não foram revelados. O prazo para o final das obras é até 2014.

Com a convergência de infraestrutura, as instituições esperam economizar em projetos individuais, além de contar com uma instalação melhor.

O prédio foi projetado para ser totalmente autossuficiente em termos de abastecimento elétrico, com duas entradas de energia e uma subestação específica, com geradores redundantes.

O prédio ainda terá torres de água e salas de no break.

No Sul, esse será atualmente o maior data center – a Caixa Econômica Federal (CEF) também possui um mega data center, mas de 5,5 mil metros quadrados.

EXECUÇÃO DE CACIFE
A Aceco TI tem experiência nesse tipo de projeto.

De acordo com dados próprios, já foram mais de 500 data centers no Brasil e na América Latina construídos pela companhia. Entre eles, uma estrutura de R$ 60 milhões para a Alog Data Centers em Barueri, na grande São Paulo.

A Aceco TI também tem experiência em contratos com a administração pública. Ela está construindo a sala-cofre do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT- 23ª região), o quarto TRT a contar com ambientes de extrema segurança da empresa.

Os outros regionais são de Sergipe, Espírito Santo, Maranhão e Bahia.

Nesses contratos, a Aceco TI é responsável pelo fornecimento e prestação de serviços de montagem e instalação da sala-cofre concebido oferecer proteção física contra fogo, gases, acesso indevido, roubo e demais ameaças físicas.

A AcecoTI está no mercado de TI há quase 40 anos.