O Centro de Operações do RJ vai monitorar as redes sociais durante eventos-testes. Foto: Rio 2016/Alex Ferro.

O Centro de Operações do Rio de Janeiro (COR) vai monitorar as redes sociais durante a realização de 44 eventos esportivos que acontecem antes das Olimpíadas de 2016. A organização vai utilizar a tecnologia da empresa Geofeedia.

A solução da companhia permite o acompanhamento das redes sociais em tempo real por área geográfica.

O objetivo é identificar possíveis problemas de ordem pública (trânsito, limpeza, segurança), segundo o MobileTime.

Com o sistema, os técnicos do COR definem palavras-chave e recebem alertas sempre que estas aparecerem em publicações feitas em locais próximos do evento em redes como Facebook, Twitter, Instagram, YouTube. As notificações acontecem durante as competições. 

Para os eventos-teste, foram definidas cerca de 1 mil palavras-chave, incluindo variações com erros de ortografia. Uma primeira experiência com a solução da Geofeedia foi feita na última celebração de ano novo, quando o COR monitorou as redes sociais em sete áreas onde ocorriam festas ao ar livre. 

O COR também integrou o monitoramento de redes sociais às informações coletadas por 32 pluviômetros da prefeitura, conectados via fibra e 3G. Quando começa a chover em áreas que costumam ficar alagadas, o monitoramento é iniciado. O processo começou há poucos meses. 

A Geofeedia é uma empresa dos Estados Unidos focada em monitoramento online. Fundada em 2011, a companhia atende clientes como CNN, BBC, Microsoft e Mashable.