Redes estão em armazém, fábricas e centro administrativo da companhia. Foto: divulgação.

A Frimesa, indústria alimentícia paranaense, adotou a solução da Aruba, empresa da Hewlett Packard Enterprise, com projeto da Sercompe, para aumentar a automação e a eficiência das suas redes com e sem fio.

Ao buscar fornecedores de TI, a empresa procurava por soluções para a gestão das redes Wi-Fi e cabeada do armazém, fábricas e centro administrativo, com o desafio de resistir ao ambiente frio e úmido das câmaras frias, com temperatura de -25°C.

Segundo a empresa, o desempenho dos access points (APs) na cobertura dos frigoríficos foi um fator determinante na escolha da Aruba.

Para atender à demanda, o projeto foi dividido em três fases. Inicialmente, foi feita a instalação de APs e do AirWave, o software de gestão. Em um segundo momento, da controladora Aruba Virtual Mobility Controller e, na última etapa, do ClearPass. 

A partir do AirWave, a equipe de TI identifica falhas no ambiente, troca os canais quando ocorrem interferências, monitora problemas - como falha de sinal de Wi-Fi em um determinado local - e tem visibilidade de tudo que está conectado à rede, remotamente.

O ClearPass, de acordo com a Aruba, permite acesso simplificado e seguro dos dispositivos à rede sem demandar tempo da TI, uma vez que os processos de autenticação são automatizados.

A gestão é a mesma para fábricas e áreas administrativas em diferentes cidades, um fator importante para a indústria, que conta com uma equipe enxuta de profissionais de TI.

Com a nova rede em operação, a Frimesa conseguiu reduzir em 10% o número de pessoas deslocadas para fazer conferência de estoque nas câmaras, executando funções como endereçamento das caixas, paletes e checagem de data de validade, além de garantir a confiabilidade e a acuracidade da informação em tempo real.

"Melhorou a gestão das redes, tanto cabeada quanto móvel, trouxe segurança e uma imensa diminuição de trabalho de gestão e configuração de novos equipamentos na rede. Basta apenas conectar o AP na tomada que o equipamento faz a configuração automaticamente", conta Thiago Algeri, gerente de TI da Frimesa.

Integrada à ferramenta interna da Frimesa, a rede é utilizada por aproximadamente 7,5 mil colaboradores, além de visitantes e terceiros. Nos escritórios, o número de dispositivos conectados chegou a triplicar nos últimos meses, sem que houvesse impacto no desempenho da conexão.

As novas tecnologias também irão permitir a realização de auditorias on-line de exportação, por exemplo. Os funcionários da Frimesa e do Ministério da Agricultura na unidade de Marechal Candido Rondon, abatedouro de suínos, poderão percorrer a planta enquanto estão em teleconferência com compradores de qualquer parte do mundo.

Atuando desde 1977, a Frimesa é a quarta maior empresa no Brasil em abate e industrialização de suínos. A empresa fechou o ano passado com faturamento de R$ 3,18 milhões e uma equipe de 7.935 pessoas.

Fundada em 2002 nos Estados Unidos, a Aruba foi adquirida pela HPE em 2005 por US$ 2,7 bilhões. Em 2018, a empresa faturou US$ 2,9 bilhões. 

Com sede em Joinville, Santa Catarina, a Sercompe atua nacionalmente e tem clientes como Breithaupt, AILOS, FIESC, Karsten,  Krona e Secretaria de Saúde do Paraná.