CPFL adota soluções da IBM. Foto: divulgação.

A CPFL Energia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, implementou a plataforma IBM Power Systems para ampliar o atendimento e reduzir tempo de suas operações de faturamento (billing).

Com a implementação da tecnologia da Big Blue, a concessionário afirma ter agilizado o faturamento noturno da empresa e possibilitou o atendimento a 2 milhões de novos clientes, acompanhando um crescimento de 25% no número de consumidores registrado nos últimos anos. O valor do projeto não foi divulgado.

A CPFL implementou um IBM FlashSystem 840 com capacidade de 24 Terabytes, reduzindo a latência em até cinco vezes e aumentando a capacidade de IOPS (operações de entrada/saída por segundo) na operação de faturamento.

A aceleração otimizou a unificação das atividades de outra empresa do grupo, no sistema de faturamento utilizado pela matriz, que é baseado no aplicativo de billing SAP CCS, implementado recentemente pela concessionária e executado na plataforma IBM Power Systems.

Os sistemas de armazenamento anteriores da provedora de energia permanecem em funcionamento. O FlashSystem 840 foi configurado para agir como uma camada zero por meio da funcionalidade de espelhamento do IBM AIX Logical Volume Manager.

O IBM FlashSystem efetivamente acelerou em 10% o processamento das tabelas mais utilizadas no banco de dados Oracle que rodam a solução SAP específicas para a indústria de utilities.

A implementação da plataforma em FlashSystem diminuiu de oito para cinco horas a execução do lote de faturamento noturno na CPFL Energia — uma redução de 37% — e viabilizou o sistema absorver os clientes da outra empresa do grupo.

“Teria sido impossível absorvermos os 2 milhões de novos clientes sem a nova solução. Agora podemos processar com confiança 400 mil faturas todas as noites, sem risco de exceder o tempo reservado e impactar o desempenho do sistema durante as horas úteis do dia", afirmou Márcio Felix, gerente de TI da CPFL Energia.

Além disso, as tabelas de banco de dados do call center da CPFL foram espelhadas para o FlashSystem, que aumentou o tempo de resposta dos representantes para lidar com os clientes mais rapidamente.

"Isso significa consumidores mais felizes e também a redução da nossa conta de telefone”, completa Felix.

Em 2015, a CPFL também investiu na expansão de seu programa de rede inteligente, com a modernização do seu programa de automação de distribuição em cidades do interior do estado de São Paulo, usando um projeto realizado com a Silver Spring Networks.

Conforme dados da companhia elétrica, cerca de 5 milhões de pessoas, em cinquenta cidades de cobertura da CPFL em São Paulo, serão contempladas pelo novo programa.

Com sede em Campinas, a CPFL Energia atua nos estados de Minas Gerais, Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul na geração, distribuição, comercialização e fornecimento de energia.