HIPERCONVERGÊNCIA

GCB atualiza infra com Nutanix

20/12/2017 17:34

O Grupo Cornélio Brennand contratou a Nutanix como provedora de soluções de hiperconvergência.

Leonel Oliveira, gerente geral da Nutanix no Brasil. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O Grupo Cornélio Brennand (GCB) contratou a Nutanix como provedora de soluções de hiperconvergência para atualizar sua infraestrutura, reforçar a governança e preparar um ambiente 100% virtualizado, com migração para modelo de nuvem privada. 

Com o projeto, a companhia obteve redução de 85% na execução do ERP (SAP) no sistema de BI e redução de 70% no espaço de armazenamento.

O Grupo Cornélio Brennand é um grupo empresarial de Recife com 100 anos de existência. A empresa atua em quatro segmentos: manufatura de vidros, geração de energia, desenvolvimento imobiliário e produção de cimentos. 

A área de TI, bem como outras áreas de back-office, opera de forma centralizada, atendendo a todos os negócios do GCB e é responsável pela estratégia e entrega dos serviços de TI para todas as áreas. O setor de TI conta com 32 colaboradores.

Sergio Avellar Trindade Barretto, diretor da área, relata que ganhos como menor utilização de espaço físico e menor consumo de energia foram avaliados na escolha pela Nutanix. 

O projeto está em operação há oito meses e suporta atualmente 100% das aplicações do GCB executadas de forma on-premise sobre o ambiente Nutanix.

“A TI também aplica processos de governança que asseguram as melhores decisões sobre tecnologia e lidera práticas de inovação, ajudando aos negócios a se transformarem com o uso de novas tecnologias”, detalha o executivo. 

O executivo acrescenta que a implantação de novos projetos do Grupo também acontece agora com mais velocidade. 

Um dos projetos em análise para possível adoção futura é o uso intensivo de uma nuvem híbrida, que ofereça movimentos mais fluidos de workloads da empresa para fora e vice-versa. 

O Grupo Cornélio Brennand possui uma rede Cisco 10Gbps com interconexões redundantes entre os CPDs e dois clusters Nutanix (principal e secundário) em replicação síncrona sobre um cluster HA de virtualização VMWare.

“Estamos muito orgulhosos com o sucesso desse projeto, que comprova o quanto nossas soluções são aderentes aos mais diversos processos de negócios que operam de forma dinâmica no mercado atual. Continuaremos a trabalhar com o Grupo na possibilidade de adoção para um modelo de nuvem híbrida”, conclui Leonel Oliveira, gerente geral da Nutanix no Brasil.

Veja também

DESENVOLVIMENTO
Poatek cresce 114% em 2017

Para 2018, a meta é dobrar novamente, chegando a R$ 15 milhões. 

3T17
Receita de servidores cresce 16%

Os servidores x86 cresceram 5,3% nas remessas no ano. 

BANCO
BS2: Nutanix para hiperconvergência

Foco é a nova operação de meios de pagamentos da instituição financeira.

INFRA
IPC migra para data center virtual da Embratel

O contrato inclui servidores virtuais interconectados, isolamento de rede e conexão, firewall e outros.

TRANSFORMAÇÃO
BMC tem estratégia para multi-cloud

A empresa lançou a Cloud Cost Control para analisar custos atuais e futuros de nuvem.

FUTURO
TI híbrida será chave para canais

Canalys aponta que canais serão fundamentais para lidar com multi-cloud e prover serviços para TI híbrida.