CIFRAS

Datainfo: R$ 500 milhões em cinco anos

21/02/2022 06:43

Empresa aposta em diversificação de receitas e voo internacional para crescer.

Márcio Gonçalves, CEO da Datainfo. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Datainfo, uma empresa de desenvolvimento de software com forte presença no setor público, fechou o ano passado com um faturamento de R$ 80 milhões, uma alta de 29%.

Em 2022, a meta é manter o ritmo, chegando nos R$ 100 milhões e passando o número de 700 funcionários, com 200 novas contratações.

No médio prazo, a companhia projeta chegar a R$ 500 milhões em cinco anos, estando apta a fazer uma abertura de capital na bolsa.

Para chegar lá, a Datainfo tem uma estratégia em várias frentes, passando por diversificação da fonte de receita, internacionalização do negócio e aquisições de startups, nas quais já investiu R$ 30 milhões.

Hoje, o faturamento da Datainfo vem principalmente do setor público, no qual a empresa tem clientes como Tribunal Superior Eleitoral, Aneel e Caixa Econômica, que representam 65% do total. A meta é chegar numa divisão meio a meio.

Nos últimos oito anos, a Datainfo fez três aquisições. Em 2014, comprou o EME4, um software de gestão focado em varejo, indústria, prestação de serviços e distribuidoras, que também tem uma versão focada em pequenas empresas.

No mesmo ano, foi adquirido o Gesti, um software para gestão de demandas, que permite o controle efetivo de tickets e atendimento. 

A compra mais chamativa foi a BR Conselhos, especializada em soluções tecnológicas para conselhos profissionais estaduais e federais, como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). 

Com sede em Blumenau, a BR Conselhos foi um desmembramento da antiga HBSIS, vendida para o grupo Ambev em 2020.

Sediada em São Paulo e com 11 unidades no Brasil, a Datainfo projeta também internacionalizar o seu negócio. 

“Já temos clientes fora do Brasil, atendemos no Canadá, Paraguai, Argentina e Chile, mas agora pretendemos abrir escritórios próprios no exterior”, afirma Márcio Gonçalves, CEO da Datainfo. 

Veja também

NUVEM
Raizen migra para Azure

Projeto vai durar cinco anos e envolve todas as áreas de negócio do grupo.

COMPRA
Advent compra 25% da Tigre por R$ 1,35 bilhão

Companhia de tubos e conexões pretende avançar no mercado internacional.

CONTRATO
Datainfo: R$ 12 milhões no Capes

Projeto de outsourcing de desenvolvimento envolverá 48 profissionais.

SELO
Prefeituras têm avaliação de cidade inteligente

Associação Brasileira de Govtechs criou certificação com 40 itens.

LOOKS
Enjoei muda desenvolvimento

Site de e-commerce troca guarda roupa na área de engenharia de software com ajuda da Loonar.

HRTECH
Sólides levanta R$ 530 milhões

A rodada série B foi promovida pela gestora de private equity Warburg Pincus.