Paulo Roberto Pasqualotti, professor do curso de Licenciatura em Computação.

A universidade Feevale recebeu o prêmio internacional de educação Blackboard Catalyst Award. O Programa de Formação de Professores da instituição foi premiado na categoria “Desenvolvimento de Equipe”. 

O professor do curso de Licenciatura em Computação, Paulo Roberto Pasqualotti, é o responsável pelo desenvolvimento e implementação do programa premiado e representou a Feevale no encontro do Blackboard.

Cliente Blackboard desde 2013, a Feevale desenvolveu o curso para treinar os professores que iriam começar a usar as plataformas da multinacional nos cursos EaD da instituição. O treinamento tinha como principal objetivo desenvolver o corpo docente da Universidade no planejamento de aulas e cursos com a utilização das soluções Blackboard. 

Além disso, o desenvolvimento de estratégias pedagógicas apropriadas para o ensino e aprendizagem do aluno, proporcionando oportunidades para a criação de espaços de interação, comunicação e construção do conhecimento individual e coletivamente também são abordados no curso.

Durante os treinamentos, os professores são divididos em grupos e podem atuar tanto como professores quanto como alunos, aprendendo todas as funções e vertentes das plataformas digitais. 

O acompanhamento de cada participante é conduzido por um professor que promove as atividades de mediação e acompanhamento do processo de aprendizagem, bem como orienta os alunos-professores sobre a inclusão de conteúdo, como utilizar as ferramentas e quais as principais funcionalidades da Blackboard, além de esclarecer as dúvidas que surjam no fórum de discussão. 

A carga horária do curso é de 32h a distância e 1h30min em um encontro presencial, tendo a duração de quatro semanas. Esta formação envolve professores e tutores da Universidade, incluindo espaços de estudo e prática.

A formação teve, na primeira etapa, 12 turmas com 509 professores matriculados, com mais de 700 participações em fóruns de dúvidas. 

“Para este ano, já está prevista a continuidade do curso, focando na aplicação dos recursos do Blackboard no planejamento das aulas e cursos específicos envolvendo estratégias de ensino tanto nas modalidades a distância quanto presencial”, afirma Paulo Roberto Pasqualotti.

O prêmio Blackboard Catalyst Award é uma realização da multinacional de tecnologia educacional Blackboard [blackboard.grupoa.com.br] e contempla ações educacionais dos clientes da empresa em todo o mundo. 

Em janeiro de 2013 a universidade deixou de usar o Moodle para adotar o Blackboard. O valor do contrato, firmado por cinco anos, não foi informado.