Caras novas na SAP em Porto Alegre.

Lúcio Morosini, ex-diretor de desenvolvimento de negócios do Gartner, acaba de assumir a gerência das operações da SAP no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, baseada em um escritório em Porto Alegre.

Segundo fontes de mercado ouvidas pelo Baguete, Juliano Korff, ex-diretor da multinacional alemã por aqui, agora se dedicará exclusivamente ao atendimento da Gerdau, um dos maiores clientes da SAP no país.

Morosini estava há pouco mais de um ano no Gartner, vindo da IBM, onde estava desde 2006.

O executivo exerceu uma série de cargos na IBM, incluindo gerente de território para o Rio Grande do Sul. Morosini também passou pela Develop IT Solutions e Conectt S.A.

Morosini, um profissional focado em vendas, terá a missão de reaquecer o mercado SAP no Sul do Brasil, que até pouco tempo atrás estava em ebulição.

A SAP cresceu 277% em vendas de softwares na região Sul durante o segundo trimestre de 2013 em relação ao mesmo período do ano passado, com o Rio Grande do Sul puxando a fila com uma alta de 455%.

Os resultados ficaram acima da média da empresa no país, onde a alta das vendas de novos softwares ficou em 107%.

Nas suas duas últimas divulgações de resultados no Brasil, a SAP escondeu o jogo sobre os índices de crescimento, no que parece um sinal que o ritmo decaiu desde então.

O profissional tem alguns pontos a seu favor. A CEEE recentemente escolheu a SAP para prover o seu novo sistema de gestão, em um projeto de R$ 130 milhões conduzido pela Sonda que inclui um upgrade geral de infraestrutura.

Outro contrato, que não teve os valores revelados mas com certeza é muito menor, foi fechado com o Grêmio. O clube usará a mesma tecnologia adotada pela seleção alemã, no que promete ser uma festa interminável de marketing gratuito para a SAP.