A Qualirede tem unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Florianópolis e Salvador. Foto: Divulgação.

A Fundação Stemmer para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (Feesc) assinou com a Qualirede, empresa de gestão de planos de saúde, um contrato para realizar a gestão administrativa e financeira de um projeto focado no uso de técnicas de inteligência artificial e redes neurais para a classificação de auscultas de batimentos cardíacos. 

O projeto será desenvolvido pelo Laboratório de Circuitos e Processamento de Sinais (Linse), unidade de pesquisa do Departamento de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

"No campo de diagnósticos há muitas oportunidades com uso de técnicas de redes neurais, aprendizado de máquinas e inteligência artificial que auxiliam o médico e podem, inclusive, antecipar futuras complicações de saúde", afirma Paula Bianca Minikovski Coelho, CEO da Qualirede.

Este é o primeiro contrato celebrado entre a Qualirede e a Feesc. Criada em 18 de maio de 1966, a Feesc é credenciada pelos Ministérios da Educação e da Ciência e Tecnologia e Inovação como fundação de apoio à UFSC, ao IFSC e à Udesc. 

A organização atua no gerenciamento de projetos de ensino, pesquisa e extensão, e de desenvolvimento institucional, científico e tecnológico. 

Atualmente, a Feesc gerencia mais de 200 projetos, orçados em cerca de R$ 270 milhões.

Com cerca de 40 anos de atividades, o Linse desenvolve atividades de pesquisa que incluem uma variedade de tópicos em processamento de sinais e em projetos de circuitos e sistemas. Na área da tecnologia da fala, as principais pesquisas envolvem codificação, síntese e reconhecimento.

O coordenador do projeto é Rui Seara, docente titular do Departamento de Engenharia Elétrica da UFSC, onde desenvolve atividades de pesquisa e ensino nas áreas de processamento digital de sinais, processamento de voz e imagem, técnicas de filtragem adaptativa e comunicações digitais. O contrato tem quatro meses de duração.

A Qualirede é uma empresa de atuação nacional que conta com aproximadamente 1,1 mil funcionários e unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Florianópolis e Salvador.