CONEXÃO MÓVEL

Coreia investe em rede 5G

22/01/2014 13:15

A rede 5G pode ser 1000 vezes mais rápida que o 4G. Foto: flickr.com/photos/michaelgallaghe

Tamanho da fonte: -A+A

Enquanto seguimos na  implantação da rede 4G no Brasil, a Coreia do Sul já fala em 5G.

O país considerado um dos mais conectados do mundo, anunciou nessa quarta-feira, 22, um plano de investimento de US$1,5 bilhão, para implantação de uma nova geração de redes móveis.

Segundo o site Business Insider, o roteiro prevê que até 2017 a conexão - com velocidade suficiente para baixar filmes completos em um segundo - estará desenvolvida, e avalia comercializar o serviço até dezembro de 2020.

O ministro de Ciências e Tecnologia do país lembra que em 1990 a conexão 2G auxiliou no crescimento nacional de combustível do país.

“Agora é hora de se prevenir e desenvolver o 5G. Acreditamos que haverá uma forte concorrência em poucos anos neste mercado, já que países da Europa, China e os EUA estão trabalhando agressivamente para desenvolver essa tecnologia” afirmou.

A Samsung Electronics afirmou, em maio, que havia realizado testes com a rede 5G, o qual transmitiu dados com mais de um gigabyte por segundo de velocidade a uma distância de dois quilômetros.

Os testes foram considerados um sucesso já que a empresa encontrou uma maneira de aproveitar as bandas de ondas milimétricas sendo essas, até então, uma problemática para o desenvolvimento da indústria móvel.

Veja também

ABAIXO
TIM e Oi não cumprem metas de 3G da Anatel

Problema foi principalmente em municípios com menos de 30 mil habitantes.

COMPETÊNCIA FEDERAL
Lei de antenas de Porto Alegre é ilegal

TJRS julgou inconstitucional a lei municipal que dispõe sobre a instalação de equipamentos de telefonia e telecomunicações.

TELECOMUNICAÇÃO
4G ainda não é competitivo no Brasil

Em mais da metade das cidades com sinal há no máximo duas operadoras atuando. 

AI AI AI
Piorou o 3G no litoral gaúcho

Segundo teste, todas as operadoras tiveram velocidades de download bem abaixo dos 1Gbps previstos para o serviço.

CONTRATO
Agora Telecom puxa TI da segurança na Copa

Com 40% de participação, a empresa dividirá o contrato licitado em R$ 244 milhões com a Unisys, Comtex e Módulo.