A Sonda Ativas foi a companhia de data center escolhida pela MRV Engenharia. Foto: Divulgação.

A Sonda Ativas, provedora de serviços gerenciados de TI controlada pelos grupos Sonda, Asamar e Cemig, foi a companhia de data center escolhida pela MRV Engenharia.

Hoje, os data centers da Sonda Ativas hospedam cerca de 150 terabytes de dados da construtora, com acréscimo médio mensal de 1 terabyte.

"Precisamos ser rápidos na entrega e encontramos na Sonda Ativas um fornecedor que permite flexibilidade com agilidade e ótimo custo-benefício", afirma Reinaldo Sima, diretor de tecnologia da informação da MRV Engenharia.

Antes da mudança, a MRV Engenharia trabalhava com um data center interno. 

O processo de migração dos dados para a Sonda Ativas começou em 2012, com a transferência de sistemas críticos, como o ambiente de gestão empresarial SAP, Vendas PLM e aplicações para automação de processos de negócio. 

Atualmente, todos os sistemas e aplicações estão armazenados na Sonda Ativas.

"Com isso, tivemos ganhos computacionais, alta disponibilidade de sistemas de gestão como SAP e a garantia de um ambiente muito mais seguro, projetado para funcionar de forma ininterrupta", diz Sima

Em quatro anos, a MRV Engenharia quadruplicou o número de unidades entregues e também a quantidade de armazenamento, aumentando um terabyte por mês de informações.

"A terceirização do serviço de data center com a Sonda Ativas tornou esse processo de crescimento mais fácil e seguro. Tínhamos em nossa estrutura servidores com limitações de processamento. Além disso, de quinze servidores partimos para noventa, tendo a Sonda Ativas como responsável por toda a infraestrutura, segurança e administração do ambiente", explica Ferreira.

Com 38 anos de experiência no mercado, a MRV Engenharia já vendeu mais de 340 mil unidades.

Além do armazenamento, a construtora avalia potenciais usos de aplicações em nuvem, e a Sonda Ativas está participando deste processo, apresentando novas soluções para a empresa. 

Em agosto de 2016, a Sonda fez um aporte de capital de R$ 114 milhões na Ativas, adquirindo 60% da empresa. Os outros 40% pertencem aos grupos mineiros Cemig e Asamar.

A Sonda Ativas, marca que passou a ser utilizada em 2017, reúne a base de mais de 110 clientes e cerca de 300 profissionais da Ativas.