Antônio Vilaça Júnior, diretor de tecnologia do Sicoob. Foto: divulgação.

O Sicoob, sistema formado por cooperativas de crédito, lançou a sua integração com os portais do Governo Federal para os cooperados poderem acessar os serviços públicos federais, estaduais e municipais integrados ao portal gov.br com as mesmas credenciais de suas contas bancárias.

Na prática, quando o usuário acessa algum site gov.br e clica no botão entrar, é direcionado a uma tela de autenticação que apresenta a opção “Bancos Credenciados”.

Clicando nela, aparecem todas as instituições credenciadas, entre elas, o Sicoob. Ao selecionar a cooperativa, o usuário é direcionado para o ambiente da instituição, onde informa suas credenciais de acesso e recebe uma mensagem no app Sicoob com código de confirmação. Em seguida, precisa clicar em "autorizar".

Após este processo, o usuário necessita aprovar o compartilhamento dessas informações, sendo orientado sobre como pode revogar essa decisão. Ao final dessa etapa, o cooperado é direcionado ao serviço que acessou originalmente, já de forma identificada.

Segundo o Sicoob, o processo conta com rigorosos padrões de segurança e será utilizado apenas pelos cooperados que desejarem. Com esta integração, o governo tem acesso apenas ao nome completo, CPF, telefone e e-mail do usuário.

Para a instituição, a adesão ao acordo de cooperação técnica com a Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia é estratégica, já que as cooperativas têm ampla presença no interior do Brasil. O Sicoob é, inclusive, a única instituição financeira em 307 municípios brasileiros.

“Dentro da iniciativa estratégica de open banking, buscamos soluções que simplifiquem o cotidiano de nossos cooperados. Estimular o uso de canais digitais, ainda mais em tempos de pandemia, e oferecer ferramentas cada vez mais completas e fáceis de serem utilizadas está no nosso DNA”, afirma Antônio Vilaça Júnior, diretor executivo de TI do Sicoob. 

O portal gov.br concentra 4,1 mil serviços, compreendendo as mais diversas categorias, como o Meu INSS, a Carteira Digital de Trânsito, a Carteira de Trabalho Digital, Sacar Abono Salarial e Solicitar Seguro-Desemprego. Atualmente, 93 milhões de pessoas têm cadastro no site federal. 

“A integração do Sicoob possibilita que seus cooperados em todo o país não precisem memorizar múltiplos códigos, logins e senhas nem fazer cadastros adicionais nos sistemas de governo”, ressalta Luis Felipe Monteiro, secretário de governo digital do Ministério da Economia.

O gov.br também permite o acesso a serviços digitais do Distrito Federal, de 11 estados e de 74 municípios. 

Os estados integrados à ferramenta são: Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins. As 27 Juntas Comerciais do país também estão interligadas ao gov.br.

O Sicoob tornou-se a primeira instituição financeira cooperativa a realizar a integração com o portal. Além do sistema, as instituições Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Banco de Brasília e Caixa Econômica também já aderiram.

A instituição afirma ser o maior sistema financeiro cooperativo do país, com mais de 5 milhões de cooperados e atuação em todos os estados do Brasil. São mais de 2,9 mil pontos de atendimento em mais de 1,7 mil municípios e 42% de patrimônio líquido.