CIFRAS

Salário de R$ 7 mil cria polêmica

22/03/2022 11:43

Husky adota pagamento mínimo para funcionários, gerando debate no LinkedIn.

Anúncio da Husky não causou a reação esperada. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Husky, uma fintech especializada em transferências internacionais de dinheiro, decidiu implementar um salário mínimo de R$ 7 mil na empresa.

O que parece à primeira vista uma medida louvável acabou virando em parte um tiro na culatra, com um debate no Linkedin sobre se, afinal, a empresa está realmente botando a mão no bolso, ou só se promovendo por fazer o padrão.

A chave da polêmica é o modelo de contratação. No Gupy, uma popular plataforma de contratação, a Husky divulga vagas para contratação no modelo PJ. 

Uma regra de cálculo comum é que um salário para um profissional PJ é geralmente o dobro de um contratado pela CLT, para que a modalidade se torne atrativa.

Assim, o salário de R$ 7 mil PJ seria equivalente a R$ 3,5 mil pagos pela CLT, o que é um valor acima da média salarial brasileira (só 5% ganha acima de R$ 7 mil no país), mas não tão fora do comum no setor de tecnologia, onde há falta de profissionais.

Nas divulgações que a Husky fez da decisão tanto para a imprensa como no Linkedin, a empresa também não menciona outros dados que seriam importantes para dar uma dimensão do impacto da decisão.

A Husky diz que o salário se aplica para “todos que atuam no time”, mas não chega a dizer quantas pessoas trabalham na empresa (no LinkedIn, estão listados 38 funcionários) e se “todos que atuam no time” inclui também eventuais prestações de serviços.

Outro tema chave seria o impacto que a decisão de subir o salário para R$ 7 mil teve sobre a média salarial já paga pela empresa, o que indicaria na prática o desembolso feito, independentemente dos contratos serem PJ ou CLT.

A reportagem do Baguete questionou a Husky sobre esses aspectos, ainda antes da polêmica explodir no LinkedIn, mas não teve retorno até o fechamento desta matéria.

Na sua divulgação do assunto, a Husky só falou em termos bastante genéricos, destacando a “hierarquia horizontal”, o “tratamento  igualitário” e na prática de “trabalho remoto com a comunicação assíncrona”, por meio do qual os funcionários poderiam “decidir o melhor local e horário para desenvolver as suas atividades”.

Outra vez, são descrições que se o sujeito apertar um pouco, são mais ou menos o padrão entre empresas de tecnologia (ou pelo menos, a promessa padrão das empresas de tecnologia).

O contraste entre o tom algo grandiloquente da Husky (outra vez, nada muito fora da média do mundo das startups, no final das contas) e a possibilidade de que no final das contas a empresa não esteja fazendo nada de especial foram o estopim de uma série de comentários críticos na postagem no Linkedin.

Até o momento, o post soma 264 comentários, um número significativo para uma empresa com 23 mil seguidores.

"R$ 7k PJ equivale a uma contratação de 3k CLT. Nada fora do convencional. Vergonha alheia se promover em cima disso!", seria um comentário típico da ala crítica.

Outros apontam que, mesmo se tratando de vagas PJ, a iniciativa da Husky de anunciar um valor mínimo tem méritos.

“Levo super em consideração que as vagas são PJ, mas, mesmo assim, acredito que esse seja um caminho que me dá mais gás pra criticar e buscar soluções pro cenário trabalhista brasileiro. Já ouvi de RH, quando solicitei aumentos justos, que eu deveria trocar de apartamento pra fazer as contas caberem no salário ridículo que me pagavam, por exemplo. Então, quando vejo avanços como o desse post, reconheço alguma esperança!”, aponta outro comentário.

A Husky foi fundada em 2016 e vem em crescimento acelerado. Até o final de 2022, a meta é atingir um valor transacionado de R$ 3 bilhões, o que é três vezes mais do que a empresa processou desde o começo.

De acordo com a própria Husky, o app é “queridinho” dos profissionais de tecnologia, digital influencers, streamers e afins porque é “rápido, barato e é sem dúvida o app de câmbio menos burocrático do mercado financeiro”.

A Husky já foi eleita a melhor startup do Start-Up Chile em 2017 e do Parallel 18 em 2018, em Porto Rico.

Veja também

RESULTADO
Zenvia fatura R$ 612,3 milhões

Valor é alta de 42,5%. Empresa está menos dependente do negócio de SMS.

INOVAÇÃO
Lojas Renner cria fundo de R$ 155 milhões

Varejista quer investir em startups com tecnologia para varejo.

SLIDES
Nova moda: festa com Power Point

Colegas da UFPR fazem brincadeira que viraliza no TikTok.

CARREIRA
Grazi Mendes é Top Voice no Linkedin

A profissional atua como líder de diversidade na ThoughtWorks.

TRABALHO
Cobrança justa ou assédio moral?

Funcionário da Stone expõe chat do Slack e abre um debate sobre o tema no LinkedIn.

MEIA VOLTA
Stefanini desiste de cabine polêmica

Stefanini@Home feriu sensibilidades e gerou uma tempestade de comentários negativos.