Tamanho da fonte: -A+A

A Simpress, curitibana especializada em soluções de impressão e gestão de documentos, encerrou o ano de 2011 com faturamento de R$ 383 milhões, aumento de 16% sobre 2010.

Para este ano, a meta é ampliar os ganhos em 20%, segundo o presidente da companhia, Vittorio Danesi.

Conforme o executivo, os resultados refletem o novo posicionamento da empresa, que se reformulou como provedora de BPO de documentos, assumindo toda a operação de materiais dos clientes.

A oferta inclui outsourcing de impressão - o chamado MPS (Managed Print Services) - e terceirização de processos (Enterprise Content Management, ou ECM).

“Em 2011 nos consolidamos, pelo 6º ano consecutivo, na liderança de mercado no país”, afirma Danesi. “Com o reposicionamento, nosso objetivo é alcançar nos próximos anos a liderança nacional também em BPO de documentos”, completa.

Para tanto, a Simpress realizou, ao longo de 2011, investimentos de mais de R$ 60 milhões no novo portfólio, além de pesquisas e na implantação de um ERP, além de conquistar a recertificação ISO 9000 e certificação ISO 14001.

Em 2011, também houve aumento do quadro de colaboradores da companhia, que em dez anos de atuação cresceu mais de 11 vezes, atingindo cerca de 1,7 mil funcionários.

“Nossa expectativa é expandir ainda mais o quadro de profissionais este ano, e aumentar em cerca de 17% as contratações em todo o Brasil em 2012”, finaliza Danesi.
 
Além da matriz, a Simpress mantém filiais no Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Salvador, e tem cerca de 140 revendas em todo o país.