Tecnosinos quer abrigar mais. Foto: divulgação.

O Tecnosinos, Parque Tecnológico de São Leopoldo ligado à Unisinos e à prefeitura da cidade, espera chegar a 200 empresas abrigadas até 2019.

A projeção foi dada pela gerente de projetos do Tecnosinos, Sandra Schafer, que participou de um seminário em Porto Alegre, conforme destaca matéria do Jornal do Comércio.

Atualmente, o Tecnosinos conta com 75 empresas abrigadas, com 30 delas sendo incubadas. Este número de empresas já rende mais de US$ 1 bilhão em faturamento anual, com cerca de quatro mil empregos gerados - metade deles são de nível superior.

Embora o foco majoritário do parque seja com iniciativa em TI, com empresas de grande porte como a SAP, também são abrigadas empresas das áreas automotiva, engenharia, energia e biomedicina.

A HT Micron, empreendimento internacional fruto da parceria entre a coreana Hana Micron e a brasileira Parit, será o próximo empreendimento de peso a abrir no parque.

A empresa, que produz smartchips, está finalizando sua nova planta no local e que contará com a maior sala limpa da América Latina (7500 m²), cerca de 600 funcionários e capacidade de até 30 milhões de chips por mês.

Além disso, conforme destacou Sandra, ainda em 2013 será entregue um novo prédio de quatro andares, possibilitando mais 30 vagas para empresas.