CORONAVÍRUS

BRF destina R$ 100 mil ao Tecnovates

22/07/2020 13:52

Valor irá para o desenvolvimento de estudos e projetos relacionados à Covid-19 e à saúde pública.

Simone Stülp, diretora de inovação e sustentabilidade da Univates. Foto: Arthur Dullius/Univates.

Tamanho da fonte: -A+A

A BRF, empresa multinacional brasileira do ramo alimentício, vai investir R$ 100 mil no Parque Científico e Tecnológico do Vale do Taquari (Tecnovates), localizado no interior do Rio Grande do Sul, para o desenvolvimento de estudos e projetos relacionados à Covid-19 e à saúde pública.

Segundo a Univates, o valor será utilizado para promover o avanço dos protocolos de tratamento e de diagnóstico e o desenvolvimento de medicamentos para o tratamento de infectados pelo Sars-Cov-2. 

Para isso, o parque tecnológico trabalhará em conjunto com o BrfHub, área da BRF responsável pela coordenação das ações de inovação da empresa.

O valor deve ser distribuído entre projetos de startups da Incubadora Tecnológica (Inovates) e projetos de pesquisa vinculados ao Tecnovates e à universidade. Os critérios para a divisão dos recursos na instituição de ensino estão sendo definidos.

A Univates foi selecionada entre outras 40 iniciativas de organizações prospectadas pela BRF.  No total, serão R$ 3,5 milhões destinados para os principais centros e fundos de pesquisa do Brasil, além de iniciativas regionais.

Entre os contemplados, estão instituições como a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), do Rio de Janeiro, e o Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP).

Para a professora Simone Stülp, diretora de inovação e sustentabilidade da Univates, o investimento da BRF é importante para o Tecnovates por duas razões. 

“Primeiro por se tratar de uma aproximação com o hub de inovação da BRF, conectado com as áreas prioritárias de nosso parque tecnológico; e em segundo lugar por se tratar de um investimento em área de extrema necessidade neste momento de emergência sanitária”, explica Stülp. 

Com origem em 1993, o Tecnovates teve sua nova estrutura física inaugurada em 2014 com investimentos de R$ 23 milhões e cerca de 5,2 mil m² de área construída. São cerca de 32 empresas instaladas. 

A Univates atualmente oferece 45 cursos de graduação presencial, 18 cursos de graduação a distância, 22 técnicos, 37 cursos de pós-graduação (especialização, mestrado e doutorado), além de educação continuada.

O campus sede da universidade conta com uma área de 566 mil m², na qual estão localizados 27 prédios. 

Fundada em 1934, a BRF é detentora de marcas como Sadia, Perdigão e Qualy, com receita líquida de R$ 33,4 bilhões em 2019. A empresa conta com 90 mil colaboradores em 130 países.

Veja também

EDUCAÇÃO
Unicesumar monitora redes sociais com Stilingue

Plataforma funciona como uma fonte de dados permanente para decisões estratégicas nas páginas.

ONLINE
Instituto Caldeira tem plataforma digital

Enquanto obras não ficam prontas, empreendimento começa uma vida on-line.

CONTRATAÇÃO
Tempest tem nova diretora de vendas para AllowMe

Com 14 anos de experiência, Lívia Soares passou a maior parte de sua carreira na VTEX.

COVID-19
Universidades unidas por respiradores

UFRGS, Unisinos, Feevale e PUCRS fazem frente comum de pesquisa e recebem recursos.

RECURSOS
Trybe compra Codenation

As duas empresas atuam com formação de mão de obra, ainda que de maneira diferente.

TELECOM
Oi tem novo diretor de vendas para Região Sul

Sérgio Lavarini ocupava a mesma função nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

CARREIRA
Sergio Alexandre Simões deixa PwC

Focado em transformação digital, executivo atuou por 25 anos na consultoria e era sócio desde 2010.

CORRIDA
Pfizer: vacina contra Covid-19 pode sair em 2020

Junto à BioNTech, empresa teve bons resultados em testes com 45 voluntários.

RITMO
Meta cresce 56%, mesmo com pandemia

Companhia manteve ritmo acelerado de crescimento e ainda contratou 432 profissionais.

CRISE
Pacto Alegre lança plataforma para pequenos negócios

O Supera reúne serviços gratuitos para apoiar os empreendedores durante a pandemia.