Foto: divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A SAP firmou acordos com Adobe, Appcelerator e Sencha para oferta de uma plataforma aberta para desenvolvimento de aplicações móveis a usuários.

As parcerias fazem parte da estratégia anunciada em março, no SAP Fórum, que também prevê o fortalecimento da rede de canais, com o anúncio ainda no primeiro semestre deste ano dos primeiros parceiros de mobilidade no país.

Atualmente, cerca de 38 empresas estão em análise, das quais 12 ainda não são do ecossistema SAP, mas as demais, sim – caso da gaúcha ITS, que tem aval da multi alemã na área de mobilidade e até já lançou uma companhia, a IT’s Mobile, para atuar nesta frente.

Na colaboração com Adobe, Appcelerator e Sencha, a ideia é permitir que desenvolvedores criem aplicações móveis baseadas nas arquiteturas-cliente que quiserem - desde nativas, passando por contêiner web híbridos, até web móvel.

Com a Adobe, por exemplo, o ambiente compreendido é o PhoneGAP, que permite execução de aplicações web por desenvolvedores baseados em HTML5 e outras tecnologias web.

“As aplicações desenvolvidas com PhoneGap têm acesso às APIs nativas do dispositivo e podem ser publicadas em todas as principais lojas de aplicativos móveis”, detalha Danny Winokur, VP e gerente de Desenvolvimento Interativo da Adobe.

Na aliança com a Appcelerator, a plataforma em cena é o Titanium, composta por um IDE baseado em Eclipse, SDK e uma biblioteca de conectores usados para desenvolver, testar e implantar aplicações móveis, web e para desktop.

Para o desenvolvimento móvel, o Titanium Studio fornece um framework para criar aplicações conectáveis aos sistemas SAP e outras 220 fontes de dados.

Já o Titanium SDK permite que as empresas implantem aplicações web nativas, híbridas e móveis, todas a partir de uma única base de código JavaScript.

"Cerca de 300 mil desenvolvedores da Appcelerator logo serão capazes de integrar dados dos sistemas SAP em suas aplicações móveis por meio de um único ambiente integrado", destaca Jeff Haynie, CEO da Appcelerator.

Com a Sencha, o framework é o Touch, para aplicações móveis baseadas na plataforma Sencha HTML5.

“É o único framework de HTML5 que permite criar aplicações rápidas para serem executadas em iOS, Android, Blackberry, Kindle Fire e outros”, garante Michael Mullany, CEO da Sencha.

Sanjay Poonen, presidente de Soluções Globais da SAP, explica que as parcerias deverão aumentar em breve, dentro de uma estratégia que a fabricante de ERP batizou de Mobile 2.0.

“Acreditamos ser a única fornecedora de plataforma móvel a oferecer uma arquitetura aberta compatível com ambientes e ferramentas de desenvolvimento de terceiros, garantindo flexibilidade para que os clientes sempre implementem as aplicações móveis adequadas”, destaca Poonen.

Na Mobile 2.0, a plataforma da SAP abrange também soluções próprias, nas frentes MDM, solução de SMS para operadoras; e o Sybase Unwired Platform – SUP, que é o carro-chefe.

O SUP funciona como uma espécie de interface para dispositivo móvel integrada a qualquer sistema SAP, tanto de back quanto de frontoffice.

O aplicativo permite inserir e trabalhar informações em um smartphone, celular, notebook ou tabletf, que automaticamente rodam no ERP ou qualquer outro sistema SAP usado na empresa.

Já a solução de MDM (do inglês Mobile Device Management) é o Afaria 7.0, para gerenciamento de parques de dispositivos móveis empresariais.

O Sybase 365, plataforma de SMS na qual rodam cerca de 65% das short messages do mundo, completa a oferta da SAP.