Guilherme Lessa e Biagio Caetano. Foto: Gláucia Civa

Ambos com mais de 20 anos de experiência em TI e Gestão, Biagio Caetano, ex-CIO da Taurus, e Guilherme Lessa, que em outubro passado deixou a diretoria administrativa e de TI do Banco Matone, acabam de unir forças para lançar a HUB Competência.

A empresa, que tem 45 dias de mercado e três contratos fechados, um no Rio Grande do Sul e dois fora, opera em modelo associativo, o que deve agregar ao quadro mais alguns nomes de peso nos próximos meses.

A oferta é um pool de especialistas para atuar como conselheiros em gestão e em TI, de forma colaborativa.

Traduzindo: trabalhar junto aos times das companhias clientes, e não substituí-los.

“Seguimos um modelo tipo esquadrão especial atuando em linha com a gestão de TI e a gestão empresarial, na busca de reais resultados”, comenta Biagio. “Promovemos a convergência entre a expertise de profissionais com grande experiência e as necessidades das empresas”, completa Lessa.

O público alvo são médias e grandes empresas, em especial as da primeira faixa, com faturamento entre R$ 30 milhões e R$ 300 milhões anuais, dos estados do Sul e São Paulo.

A meta é ousada: ser referência nacional no aconselhamento de TI até 2016.

Para tanto, Lessa e Biagio se baseiam na experiência adquirida dos executivos associados:

“Temos experiência na TI e na gestão, já estivemos no posto do CIO, conhecemos a rotina, das relações com os demais departamentos, das interações com CEOs, CFOs etc”, comenta Biagio.  “Já vivemos os problemas, recebemos chamados na madrugada, sabemos onde dói”, completa.

Esta expertise, segundo ele, é munição para acertar o alvo das empresas clientes e assegurar os resultados que buscam, tanto em TI, quanto em gestão.

“O objetivo não é criar necessidades, mas fazer com que as empresas pensem sobre suas reais demandas e, a partir daí, auxiliar na identificação das atitudes a serem tomadas, planejamentos a serem definidos, possíveis mudanças a serem feitas”, destaca Lessa.

Trocando em miúdos, a HUB Competência oferece um time de executivos capacitados que aproveitam seu networking para amplificar a consulta e troca de ideias na identificação do melhor fornecedor, método, sistema, ferramenta ou profissional para cada caso.

Devido ao associativismo, o modelo também garante a continuidade dos projetos, já que, na ausência de um dos especialistas da companhia, outro pode assumir, uma vez que todos seguirão o mesmo padrão: mais de 20 anos de experiência, ex-CIO e, principalmente desejo de cooperar com conhecimento, maturidade e agilidade.

“É importante ressaltar que não somos CIOs com CNPJ. Não vamos entrar para atuar como CIOs nas empresas”, esclarece Biagio. “Vamos prestar serviço para a gestão das empresas em parceira com a área de TI, ajudando a manter coesão e sucesso na busca pelos resultados após o término de nosso aconselhamento”, acrescenta.

Desta forma, um “portfólio” da HUB Competência poderia conter serviços como BPM para novos produtos ou serviços, avaliação e definição do status da TI, plano diretor de TI, apoio a Gestão de TI , SLA, planos de continuidade de negócios, estudo de aderência de sistemas e qualificação do PMO, entre diversos outros.

O insumo, entretanto, é o conteúdo executivo mesmo, com todo o conhecimento que os anos e anos de trabalho dos ex-CIOs agrega em questão de fornecedores locais, nacionais e internacionais, negociações de modalidades de contratos, mercado profissional - do nível técnico ao executivo -, melhores práticas, soluções, requisitos, normas, tudo.

A oferta se completa com uma parceria em vias de fechamento com uma consultoria canadense com sede em Londres, que será a fornecedora de metodologia e estudos, análises e levantamentos sobre o mercado internacional.

CVs
Biagio Caetano é formado em Administração de Empresas, com especialização em Negócios pela Universidade da Califórnia e MBA em Gestão de TI pela FGV.

O executivo saiu em agosto de 2011 de seu útimo cargo de CIO, na Forjas Taurus, onde ficou por três anos.

Na empresa, o ex-CIO atuou em projetos como atualização dos equipamentos de Telecom, com consultoria da Tdec, construção de políticas de contingência e segurança, adoção de virtualização e migração da plataforma Linux para MS Windows Server com Active Directory e de sistemas de e-mail Notes e Post-Fix para o MS Exchange.

Antes de entrar na Taurus, Caetano já havia atuado como diretor na Auxiliadora Predial e CIO da Yara Fertilizantes (Adubos Trevo) e da Riocell.

No caminho, acumulou competências em gestão de TI também para os setores de governo, transporte aéreo, Telecom e varejo, com experiências também em implantações de ERP Oracle, Datasul e SAP – neste, uma implementação em multinacional.

Já Guilherme Lessa soma passagens por áreas de gestão empresarial e de TI em indústria, varejo, serviços e instituição financeira, essa última por 10 anos..

No banco estavam sob sua guarda uma carteira de 2 Bi em ativos, a implantação da rede e 85 lojas e dois call centers.

Antes de entrar no Matone, Lessa foi coordenador de TI do Zaffari, CIO do Sesc-RS, trabalhou na Procergs e no grupo Olvebra.

O ex-CIO atuou, ainda, na área da segurança da informação, liderando a primeira certificação brasileira em uma instituição financeira das Américas na norma BS7799 (atual ISO 27001).

Mestre em Administração pela UFRGS com aperfeiçoamento na HEC-École des Hautes Études Commerciales em Paris, o executivo é graduado em Administração com ênfase em Análise de Sistemas pela PUC-RS e tem também MBA em Gestão Empresarial pela FGV-RS.

Atualmente, é bacharelando em Filosofia pela Faculdade IDC.