Atari fez história com o 2600. Foto: divulgação.

A Atari, lendária fabricante de videogames que fez história nos anos 70 e 80, anunciou que vai vender todos os seus ativos de propriedade intelectual - incluindo o próprio nome da marca - em julho, em uma tentativa de amenizar as perdas de sua falência anunciada em janeiro.

Segundo destaca matéria do Wall Street Journal, a Atari resolveu fazer leilões separados para cada marca, já que não teve sucesso em encontrar um comprador único para todo o patrimônio da companhia.

A marca Atari estará à venda com lances a partir de US$ 15 milhões. Outras franquias da companhia também serão oferecidas, como as séries Rollercoaster Tycoon (lance mínimo de US$ 3,5 milhões) e Test Drive (US$ 1,5 milhão).

Cerca de 180 compradores em potencial foram sondados logo em seguida ao anúncio da falência - quinze deles chegaram a fazer propostas, mas nenhuma chegou ao valor desejado pela Atari.

No total, a Atari espera um valor mínimo de US$ 22 milhões por todos os ativos colocados em leilão.

Fundada por Nolan Bushnell há mais de 40 anos, a Atari foi uma das responsáveis por popularizar os consoles caseiros de videogame no final dos anos 70, com o Atari 2600 - que vendeu mais de 30 milhões de unidades em todo o mundo.

No entanto, após amargar números não tão impressionantes com seus consoles nas décadas seguintes, a produtora de clássicos como Asteroids e Pong tentou se firmar como uma desenvolvedora de jogos, com altos e baixos.

Embora a sua importância na história do mercado de games seja inegável, a empresa perdeu o trem do mercado, que atualmente movimenta cerca de US$ 70 bilhões/ano em todo o mundo.