A Microsoft é o primeiro grande player de nuvem a abrir um data center na África.

A Microsoft se tornou o primeiro grande player de computação em nuvem a abrir um data center na África.

A companhia acaba de anunciar que a nuvem Azure, o Office 365 e o Dynamics 365 serão oferecidos a partir de data centers na Cidade do Cabo e Johannesburg no ano que vem.

AWS, IBM e Google, os grandes competidores da Microsoft no mundo de nuvem, não têm data centers no continente africano nem anunciaram planos de fazê-lo em um futuro próximo.

Na avaliação do The Register, quando os outros players decidirem investir em data centers na África, podem encontrar a Huawei entrincheirada por lá.

Como outras empresas chinesas, a Huawei tem investido no mercado africano e tem planos de construir sua própria rede mundial de DCs.