TIM: desgastada com processo na Justiça. Foto: flickr.com/photos/felipecn

Tamanho da fonte: -A+A

O pedido de liminar da operadora TIM contra a suspensão de vendas determinada na semana passada pela Anatel foi negado pela Justiça Federal de Brasília.

A operadora havia entrado com recurso solicitando liminar na sexta-feira, 20, contra a decisão da Anatel de suspender a venda de chips da empresa em 18 estados e no Distrito Federal.

Segundo informa a agência Reuters, o mérito do recurso, encaminhado para 4a Vara da Justiça Federal de Brasília, segue sendo avaliado, segundo informações do site do órgão.

Em sua decisão contrária à liminar, o juiz Tales Krauss Queiroz afirma que "de dois anos para cá, é pública e notória a piora na qualidade dos serviços de telefonia celular do país".

Ao negar a liminar à TIM, o juiz afirmou que "como se trata de medida cautelar, em que o contraditório não é suprimido, mas postergado, diferido, conclui-se que não há ilegalidade na conduta da agência reguladora".