DELIVERY

Daki levanta US$ 170 milhões

23/07/2021 15:52

A startup foi fundada no início de 2021 e se fundiu com a norte-americana Jokr.

Rodrigo Maroja, Alex Bretzner e Rafael Vasto, fundadores da Daki. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Daki, startup paulistana que possui um aplicativo para entrega de produtos em até 15 minutos, recebeu um aporte de US$ 170 milhões (cerca de R$ 870 milhões) em rodada série A liderada pelas americanas Tiger Global e GGV Capital e pela britânica Balderton Capital.

De acordo com o site NeoFeed, também participaram da rodada Monashees, Kaszek, HV Capital, Activant Capital, Greycroft e FJ Labs.

Fundada em janeiro deste ano por Alex Bretzner, Rafael Vasto e Rodrigo Maroja, a startup não funciona como um intermediário, tendo seus próprios centros de armazenagem de produtos. A proposta é entregá-los em até 15 minutos com frete grátis.

“A ideia do nosso modelo é cortar intermediários, reduzir custos e aumentar a eficiência. Ganhamos na margem dos produtos”, afirmou Rafael Vasto, CEO da Daki, à publicação. 

A empresa atua na cidade de São Paulo, tendo 10 minicentros com 1 mil produtos cada, que atuam como mercados de bairro e funcionam de domingo a domingo, abrindo às 7h e operando até 1h da manhã.

Com 100 funcionários próprios e entregadores não exclusivos, que trabalham em bicicletas elétricas, a startup atua em 20 localidades da metrópole e deve começar a atuar no Rio de Janeiro ainda neste mês.

A Daki não informa quantos pedidos tem registrado nem qual é o seu faturamento, mas afirma que, no segundo trimestre deste ano, registrou aumento de 700% nas entregas.

Com seis meses de operação, a startup se fundiu com a norte-americana Jokr, que opera como supermercado digital, para fortalecer a posição financeira da companhia, juntar forças para atingir mercados diferentes e viabilizar aportes.

O grupo Jokr está presente em São Paulo, Nova York, Cidade do México, Bogotá, Lima, Varsóvia e Viena.

Não foi revelado quanto será destinado a cada marca, mas, no Brasil, os recursos serão direcionados para a ampliação de infraestrutura de logística, investimentos na experiência do cliente e contratação de colaboradores.

“A empresa está preparada para um crescimento e, com este investimento, chegaremos em mais lugares para simplificar o dia a dia das pessoas, entregando comodidade e conveniência”, afirmou Vasto ao NeoFeed.

O objetivo da startup é chegar a 100 minicentros até o final de 2021, além de espalhar o negócio por todo o Brasil. A companhia também considera oferecer serviço 24 horas.

Veja também

LOGTECH
Cobli recebe aporte de US$ 35 milhões

Rodada série B foi liderada pelo SoftBank, com participação de outros quatro fundos.

APORTE
Nuvidio capta R$ 1 milhão

A rodada de investimentos foi liderada pelo Fundo Anjo da Domo Invest com participação da Urca Angels.

FINTECH
Celcoin recebe aporte de R$ 55 milhões

A rodada na plataforma de open finance contou com Sinqia, Vox Capital e BTG Pactual.

NOMES
Unico contrata ex-99

Pâmela Vaiano assume a diretoria de comunicação da startup de IDtech.

 

HEALTHTECH
Nexodata levanta R$ 35 milhões

Com rodada série A, a empresa planeja realizar ampliações e lançar um marketplace.

RH
Rocketmat recebe aporte de R$ 8 milhões

Rodada foi liderada pelo fundo Smart Money Ventures, com Domo Invest e Alexia Ventures.