Luiza Nizoli. Foto: divulgação

A presidente da Apdata, Luiza Nizoli, acaba de integrar o conselho fiscal do Sindicato das Empresas de Processamento de Dados e Serviços de Informática do Estado de São Paulo (Seprosp).

Ela é a a segunda mulher a integrar o corpo diretivo da entidade em 28 anos. 

A nova conselheira  traz para a entidade a experiência de quem preside uma empresa na qual quase 50% do quadro é formado por colaboradoras.

“Luiza é muito firme no que faz e também é muito ativa no nosso segmento. Tenho certeza que seu olhar feminino trará muitos benefícios para a entidade“, comenta Luigi Nese, presidente do sindicato paulista.

A entidade foi fundada em 1985 e representa mais de 40 mil empresas.

Já a Apdata é especializada em software e serviços de outsourcing para gestão de pessoas e atende a mais de 440 clientes, contando também com unidade nos EUA.

À frente da companhia, Luiza explica que a feminilidade na gestão da organização é uma das práticas de que não abre mão, mantendo foco no bem-estar da equipe – a empresa aposta na chamada “descompressão”, com áreas como sala de cromoterapia e massagem, pomar, estúdio de música e churrasqueira.

“Tão importante quanto oferecermos alta tecnologia ao mercado é gerarmos bem-estar nos ambientes empresariais, fazendo com que as pessoas se sintam motivadas e satisfeitas. Isso gera produtividade e eficiência”, conclui Luíza.