MENSAGENS

Brasil tem cerca de 8 mil bots

23/11/2017 11:35

O país conta hoje com pelo menos 56 empresas que desenvolvem chatbots.

Os bots desenvolvidos no brasil trafegam aproximadamente 500 milhões de mensagens por mês. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

O Brasil conta hoje com pelo menos 56 empresas que desenvolvem chatbots. Juntas, as companhias já produziram cerca de 8 mil bots que trafegam aproximadamente 500 milhões de mensagens por mês.

As informações são de um levantamento realizado pelo MobileTime para mapear o ecossistema brasileiro de bots. Os dados foram coletados através de um questionário online em outubro e consolidados junto com informações de matérias publicadas pelo portal ao longo de 2017.

De acordo com o estudo, 45% dos desenvolvedores de bots no Brasil são de pequeno porte, com no máximo 10 robôs publicados. 

Outras 39% empresas são de porte médio, com entre 11 e 100 bots construídos. Apenas quatro empresas (7% da base), podem ser consideradas grandes, com centenas de bots lançados. Já duas são gigantes, com milhares de bots desenvolvidos.

A grande maioria das empresas (71%) está sediada em São Paulo: 71%. O Rio Grande do Sul aparece em segundo lugar, com 13% das empresas. Duas empresas estrangeiras que criam bots em português para marcas brasileiras também foram computadas.

O Facebook Messenger é apontado por 46% das empresas o principal canal para utilização dos bots, seguido por sites na web (25%).

Para o desenvolvimento, 32% das empresa declaram que a maioria das ferramentas que utilizam são criadas internamente. Enquanto isso, 30% apontam a IBM como sua principal fornecedora de ferramentas para bots, seguida por Facebook (13%), Google (7%) e Microsoft (5%). 

É importante ressaltar que a pergunta pedia a indicação do principal fornecedor, mas muitas empresas mesclam ferramentas de diferentes companhias.

O questionário do MobileTime ainda está aberto para companhias de bots que ainda não tenham respondido. 

Veja também

SAÚDE
Plusoft: chatbot para Unimed Fesp

Sistema foi um dos primeiros chatbots na área de saúde do país.

CONTACT CENTER
Genesys: atendimento para Porto Seguro

A empresa fará a substituição da plataforma de relacionamento com o cliente da Porto Seguro.

MESSENGER
Nutrella tem chatbot de receitas

Batizado de ChefBot, o sistema filtra as vontades do usuário com uma série de perguntas.

MESSENGER
Rock in Rio lança chatbot com Take

O projeto foi idealizado pela Outra Coisa e desenvolvido na plataforma BLiP, da Take.

FIDELIDADE
Livelo: Dynatrace com Stefanini

A empresa utiliza as soluções Dynatrace DPM a Dynatrace UEM (User Experience Management).

CHATBOT
Estácio: Bluelab para IA no atendimento

Batizado de Tácio, o novo robô é focado nas perguntas de candidatos e alunos.

OMNICHANNEL
Panvel integra lojas e vendas online

 A companhia desenvolveu um chassi omnichannel para integrar lojas, e-commerce, app e televendas.

DESENVOLVIMENTO
MG recebe evento sobre chatbots

A Take, criadora da plataforma de criação de chatbots BLiP, realiza o evento em parceria com o Sebrae.