Tiago Hungria

A WeAudit, empresa de auditoria em telefonia, com sede em Campinas, lançou um modelo de franquias com a meta de atingir 60 franqueados nos próximos cinco anos.

Fundada em 2011, a WeAudit afirma ter atendido a 512 clientes, recuperando R$ 23 milhões cobrados indevidamente dos clientes em 39 mil faturas auditadas.

“O franqueado ficará com as responsabilidade de vender e atender o cliente, enquanto na sede executamos a auditoria e negociação com as operadoras de telefonia”, explica Tiago Hungria, que foi executivo de uma empresa do ramo por 16 anos.

De acordo com Hungria, a empresa cresceu 211% no ano passado. 

“Mais de 48% das reclamações registradas pelos clientes de telefonia no Brasil são por cobranças indevidas. O mercado de auditorias independentes tem muito para crescer”, completa o empresário.

A taxa de franquia é de R$ 35 mil, com outros R$ 35 mil de infraestrutura e R$ 80 mil de capital de giro. A promessa é de faturamento médio mensal R$ 196,2 mil no quinto ano, com retorno de investimento em 31 meses e lucratividade de 20% do faturamento. Os royalties são 50% do faturamento bruto.