Apesar de ter crescido 7,6% no faturamento de 2011 em relação ao ano anterior, o setor de distribuição de TI cortou a força de trabalho em 4% no mesmo período, cortando pouco mais de 400 funcionários e fechando o ano com 9,9 mil no total.

É o que aponta 2ª Pesquisa do Setor, Salarial e Censo de Revendas da Associação Brasileira dos Distribuidores de Tecnologia da Informação (Abradisti), encomendada à IT Data.

A pesquisa entrevistou 86 empresas que representam cerca de 95% do mercado de distribuição de TI. De acordo com a entidade, a redução no número de empregos se debe à necessidade de “ajuste dos custos operacionais em função da nova dinâmica de margens de produtos”.

A estimativa é que os distribuidores comercializem 4,9 milhões de produtos diversos por mês, tendo pago R$ 1,1 bilhão em impostos no período. A Abradisti não revelou o total faturado.

Para realizar a pesquisa, foram entrevistados os principais distribuidores do país, como: Agis, Alcatéia, Ingram e Officer, entre outras.