PLANO DE SUCESSÃO

Astor Schmitt deixa diretoria da Randon

24/04/2013 11:35

Astor Schmitt. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Depois de 36 anos de casa, Astor Milton Schmitt anunciou sua despedida da diretoria corporativa e de Relações com Investidores da caxiense Randon.

Em carta enviada a seus contatos, Schmitt afirmou que sua saída é parte do programa de sucessão implementado pelo grupo gaúcho, e destacou que vai se manter “ ligado às Empresas Randon como acionista e integrante dos Conselhos de Administração e Consultivos”.

O ex-diretor de RI também afirma que se dispõe também a atuar na prestação de serviços de assessoria e como conselheiro.

Schmitt foi eleito, em 2011, o melhor CFO da América Latina no segmento de bens de capital, de acordo com o ranking Latin America Executive Team, promovido pela publicação especializada Institucional Investor.
No mesmo levantamento, o executivo gaúcho também foi apontado como o Melhor Relações com Investidores da região.

DIFÍCIL
A Randon vive um momento complicado, que, em balanço divulgado há menos de um mês, Schmitt creditou à economia global lenta.

A fabricante de implementos rodoviários e autopeças teve queda de 69% no lucro no quarto trimestre de 2012, em releção a 2011, ficando em R$ 15,6 milhões.

Um ano antes, o resultado havia sido positivo de R$ 50,24 milhões.

A receita líquida ficou em R$ 1,005 bilhão no quarto trimestre, queda anual de 2,7%. No ano todo, a queda foi de 15,7%, indo a R$ 3,5 bilhões.

No balanço, a Randon atribui as quedas ao decréscimo de 20% nas vendas de caminhões  em 2012, sobre 2011, que derrubou a produção em 40%.

"Todos sabemos que o Brasil andou de lado em 2012. Acho que não vai crescer 1%", avaliou Astor Schmitt.

Para 2013, a empresa projeta melhoras, com alta prevista de 17% na receita líquida do ano, chegando a R$ 4,1 bilhões.

Veja também

ATOLOU
Randon cai no lucro e culpa economia lenta

Fabricante caxiense teve queda de 69% no lucro no quarto trimestre de 2012, em releção a 2011, ficando em R$ 15,6 milhões. Receita líquida caiu 2,7% e foi de R$ 1,005 bilhão.

ECONOMIA FREADA
Receita da Randon cai 15,7%, para R$ 322,6 mi

Queda acompanha momento da economia do país, que, segundo Serasa Experian teve no 1S12 o pior crescimento em três anos: 0,7%.

DESACELERAÇÃO
Randon e Mercedes param

No grupo gaúcho Randon serão 1,3 mil funcionários em férias de 4 a 13 de junho. O número equivale a 40% do quadro do grupo. Os dispensados são das controladas Jost, Suspensys e Master.

NA BOLEIA
Randon investirá R$ 2,5 bilhões no estado

Caxiense vai investir em expansão de unidades próprias e aquisição de empresas.
 

EM LOTE
Pelissari: SAP em 22 do Grupo Randon

A curitibana Pelissari projeta faturar R$ 47 milhões em 2012, 27% a mais do que em 2011, e para tanto se baseia em SAP, com a força de contratos como o recentemente fechado com as mais de 20 empresas do Grupo Randon.

Randon compra Folle por R$ 100 mi

O Grupo Randon acaba de adquirir a Folle, fabricante de semirreboques com sede em Chapecó-SC.

Conforme nota oficial divulgada pela Randon, a transação envolveu investimento de R$ 100 milhões, envolvendo não apenas aquisição, mas também ampliação e modernização da Folle, que passa a se chamar Randon Brantech Implementos para Transporte Ltda.

A compra faz parte da estratégia da corporação gaúcha para duplicar seu faturamento em até cinco anos.

Randon tem receita de R$ 2,1 bi, alta de 20%

A Randon, controladora gaúcha de nove empresas dos segmentos de veículos e implementos, autopeças e serviços financeiros, fechou o primeiro semestre de 2011 com receita líquida de R$ 2,1 bilhões, alta de 20,6% ano/ano.

O resultado bruto no período foi de R$ 3,1 bilhões, um crescimento de 20,9% sobre o 1S10.

Já o lucro líquido ficou em R$ 156 milhões, com margem líquida de 7,6%.

Processo contra Randon prescreve

Raul Anselmo Randon, presidente do conselho de administração da Randon, foi absolvido na ação penal em que era acusado de ter cometido crime de "insider trading".

Segundo informações do Valor Econômico, a Justiça Federal de São Paulo considerou que o fato que gerou o processo está prescrito.

Elipse automatiza parque fabril da Randon

A Randon Implementos adotou o Elipse E3, solução de supervisão e controle da porto-alegrense Elipse Software, em sua fábrica de Caxias do Sul.

Com o software, a companhia passou a controlar os sistemas da fábrica remotamente e em tempo real.

No projeto, o desenvolvimento e implementação do supervisório foram realizados por uma equipe interna de automação industrial da Randon.

Büchle, ex-Randon, na TI da Plimor

Gustavo Büchle é o novo gerente de TI da Plimor Transportes, de Farroupilha.

O executivo, que até abril passado atuava como gerente de Projetos na Randon, segundo seu perfil no Linkedin, assume o posto de Fabiano Tomazini, que seguirá na gerência do departamento, porém ainda sem cargo definido.

Büchle também traz no currículo passagens por empresas como Meincol Aço, Büchle & Juchen, DB2 Soluções, RBS – Planejar, Xerox e ADP.

Randon: resultados positivos no 1T11

A Randon, fabricante de implementos rodoviários de Caxias do Sul, comemora os resultados financeiros do primeiro trimestre de 2011.

A companhia obteve uma receita bruta de R$ 1,46 bilhão, o que representa um crescimento de 24,3%, em relação ao mesmo período do ano passado.

A receita líquida, consolidada este ano, também foi positiva e atingiu R$ 953,9 milhões, cerca de 21,9% mais que em 2010.