Biedermann deixará a operação em julho para prestar consultoria na área de governança. Foto: Desiree Ferreira.

Carlos Biedermann, sócio da PwC na região sul, está deixando o posto depois de 13 anos. Aos 61 anos, Biedermann se desligará da operação em julho para prestar consultoria na área de governança. 

Segundo a revista Amanhã, um de seus primeiros clientes na nova fase será o Grupo Algar, de Minas Gerais. 

A decisão de se desligar da PwC já estava traçada desde 2002 quando Biedermann passou a fazer parte do quadro da consultoria norte-americana.

“Uma das minhas senhas era 2012, o ano que eu planejava deixar a PwC. Porém, fui prorrogando até agora tendo em vista os pedidos dos outros sócios, que atendi prontamente”, conta Biedermann que, pelas regras de governança da PwC, poderia ficar na empresa por mais dois anos.

Sob seu comando ainda estão 400 funcionários nos três estados da região sul. 

Entre seus legados, Biedermann enumera a conquista da liderança do mercado no sul e o fortalecimento da consultoria para as empresas da região, com a abertura dos escritórios da PwC em Maringá, Florianópolis e Caxias do Sul.