O Instituto GPTW divulgou a lista de melhores empresas para trabalhar na América Latina. Foto: Divulgação.

O Instituto Great Place to Work divulgou nesta semana a pesquisa que destaca as melhores empresas para trabalhar na América Latina. A publicação conta com três rankings, divididos entre multinacionais, grandes empresas (acima de 500 colaboradores) e médias empresas (50 a 500).

A lista de multinacionais, composta por 25 empresas, conta com quatro representantes do segmento de tecnologia da informação.

Entre elas, a melhor colocada é a Dell EMC, que ficou na 2ª colocação. A empresa conta com 6.410 funcionários na região da América Latina.

A Cisco, com 1,6 mil funcionários, ocupa a 4ª colocação do ranking. O 10º lugar ficou com a Microsfot, que tem uma equipe de 1,4 mil funcionários.

Na 17ª posição aparece a SAP, que tem mais de 2,4 mil colaboradores na América Latina.

O ranking do GPTW que destaca as melhores empresas com mais de 500 funcionários para trabalhar não conta com nenhum nome de TI. Nos últimos dois anos, a PromonLogicalis estava na lista.

A lista das melhores companhias com até 500 colaboradores é formada por 50 empresas, sendo 8 de TI.

No 9º lugar está a Radix, empresa brasileira com 379 funcionários. No ano passado, a empresa ocupava a 18ª posição na lista.

A ACH Colombia, com 159 funcionários, ficou no 10º lugar do ranking. A 15ª colocação ficou com a Dextra, que tem 116 colaboradores. Em 2016, a companhia brasileira liderava a pesquisa.

O 30º lugar é da brasileira FS Security, que tem uma equipe de 188 profissionais. O ranking segue com a Acesso Digital na 34ª colocação.

A Edify, da Costa Rica, ocupa a 40ª posição. No 45º lugar está a Definity First, empresa de 165 funcionários. A lista segue com a Conquest One, do Brasil, na 46ª colocação. No 49º lugar ficou a mexicana Compucad SA de CV.