Acordo quer facilitar a união entre bancos e outros players do mercado financeiro. Foto: flickr.com/photos/lenzmoser.

Tamanho da fonte: -A+A

A Sinqia, empresa de software voltado para o segmento financeiro, fechou um acordo com a Sensedia, dona de uma plataforma para gestão de APIs, visando oferecer uma solução conjunta para  implementação do Open Banking no Brasil.

No acordo, a Sensedia entra com a plataforma de gerenciamento de APIs e a Sinqia com as ferramentas de backend e sistemas internos, ou seja, todo o conjunto de conectores para os principais sistemas de backoffice. 

O chamado Open Finance Platform funciona conectado ao Banco Central, às instituições financeiras e aos desenvolvedores interessados em criar aplicações conectadas aos bancos, financeiras, fintechs, varejistas e seguradoras participantes.

“Essa parceria vai proporcionar ao mercado toda a parte de infraestrutura tecnológica para a consolidação do Open Finance no Brasil”, garante o diretor de Inovação da Sinqia, Leo Monte.

Não é possível saber se a previsão de Monte se concretizará, uma vez o mercado financeiro investe pesado e é o alvo de muitos outros players de tecnologia, mas sim é possível dizer que as duas empresas juntas tem uma oferta interessante.

A Sensedia é destaque no seu nicho e acaba de receber um aporte de R$ 120 milhões, liderado pelo Riverwood Capital.

Só nos primeiros meses de 2021, a equipe da Sensedia cresceu mais de 20%, com uma expectativa de chegar a mais de 650 até o final do ano.

A Sinqia fechou o ano passado com uma receita líquida de R$ 210 milhões, uma alta de 19,9% frente aos resultados de 2019.

A empresa investiu em uma ampla gama de softwares especializados na área financeira, formando uma oferta com pilares focados em bancos, fundos, previdência e consórcios, além de outsourcing e consultoria. Já são 17 compras desde 2005.