SAÚDE

Rede Ímpar monitora produtividade com Fhinck

24/08/2020 09:20

Grupo hospitalar aumentou a eficiência operacional para 66% com equipe em home office.

Hospitais estão localizados em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Rede Ímpar, formada por seis hospitais e uma maternidade, adotou a solução da Fhinck, startup com software focado na eficiência operacional das atividades de back-office, para identificar pontos de melhoria nos processos do seu Centro de Serviços Compartilhados (CSC).

A implantação do software na empresa aconteceu com o apoio da própria equipe da Fhinck, do time de TI e da área de gestão de serviços e automação da Rede Ímpar.

Apesar da relação entre as equipes ter alguns anos, foi em 2018, durante a fase inicial do estudo de viabilização do CSC, que um post da startup sobre a ferramenta chamou a atenção da empresa e motivou o contato. Após um ano, a Rede Ímpar iniciou as atividades do centro já com o software. 

Na prática, o sistema é instalado nos computadores para entender como são os padrões de comportamento dos profissionais e das atividades realizadas no dia a dia da operação a fim de identificar oportunidades para melhorias.

Segundo a empresa, a adoção da ferramenta fez com que a Rede Ímpar começasse a mensurar a eficiência da operação de forma tangível, sendo possível mostrar os impactos que outros sistemas podem causar na capacidade produtiva.

Com dez meses de utilização, o grupo hospitalar já observou oportunidades de melhoria com automação, redução de custos relacionados à marcação de ponto versus jornada de trabalho e melhor qualidade das informações para a tomada de decisão junto à área de TI.

Até o fim de março, a produtividade da companhia ficava entre 53% e 56%. Com a pandemia, a rede passou a contar com a visibilidade da rotina do time, que está totalmente em home office. Neste período, a produtividade chega a picos de 66%.

“Sempre acreditei que a solução agregaria muito valor ao nosso dia a dia e hoje, com os resultados que temos alcançado, outras áreas corporativas já estão interessadas na solução", conta Samanta Bueno Paiola, coordenadora do CSC da Rede Ímpar.

A Rede Ímpar conta com hospitais localizados nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, com cerca de 1,3 mil leitos hospitalares e mais de 7 mil colaboradores.

Fundada em 2015, a Fhinck atua em empresas como Accenture, Unilever, Natura Kroton, EMS e Rede D’or São Luiz. Por meio dos clientes, a solução já está presente em países como Estados Unidos, Canadá, México, Argentina, Índia e Singapura.

Veja também

SAÚDE
Unimed Noroeste RS: WhatsApp com Lettel Data

Desde maio, já foram mais de 25 mil mensagens para serviços como solicitação de fatura.

ECOSSISTEMA
Machismo resiste na área de tecnologia

Mulher com poder de decisão no ambiente de startups ainda enfrenta dificuldades.

PEDIDO
Heineken tem cardápio digital com Goomer

Solução via QR code será oferecida gratuitamente para pontos de venda no Brasil.

TRANSFORMAÇÃO
Como a evolução digital salvou o mundo

Apesar da devastação causada pela Covid-19, a tecnologia salvou a economia e impediu o caos.

SAÚDE
MCTIC oferece solução Laura para hospitais públicos

Hospital das Forças Armadas foi o primeiro a contar com a ferramenta de inteligência artificial.

COVID-19
Unimed Grande Florianópolis faz triagem virtual com Laura

Ferramenta será disponibilizada para 17 prefeituras da região, podendo monitorar 1,1 milhão de pessoas.

MOVIMENTOS
Blumenau controla Covid com app

Funcionalidade foi desenvolvida pela i4i usando tecnologia Genexus.

SAÚDE
Fleury e Sabin compram 30% da Prontmed

Empresa especializada em prontuários eletrônicos quer se posicionar como uma provedora de dados estruturados.

CONTEÚDO
Live aborda inovação na área de saúde, educação e negócios

Participam representantes do HCor e Grupo Hospitalar Mãe de Deus.

MEDIDAS
Executivos estacionam seu carro no SPCTowers

Prédios paulistas de alto padrão são a sede no país de empresas como IBM e Microsoft.