Dottori: TI que se comunica vê mais - e melhores - resultados. Foto: Baguete.

A TI da Dimed Panvel definiu a comunicação como um dos itens prioritários de seu planejamento estratégico de 2012, e para definir o plano e ações deste segmento, contratou a porto-alegrense Soluzzione.

O projeto iniciou ainda em 2011, por uma fase de assessment, na qual a TI e todas as áreas usuárias do grupo foram ouvidas, relatando demandas da comunuicação que resultaram em eixos de ações, implantados de janeiro a julho deste ano.

Um dos eixos foi a padronização da comunicação, que passou por e-mails, SMS, comunicados de manutenções, indisponibilidades, mudanças e upgrades, entre outros.

“Isso tornou o trabalho ainda mais transparente e ampliou a compreensão pelas áreas usuárias, já que ver sempre documentos padronizados traz mais familiaridade com os mesmos”, comenta o CIO da Dimed Panvel, Carlos Dottori.

Outro eixo da iniciativa voltou-se à comunicação de projetos, que também foi padronizada, tornando a informação mais clara e rápida para os gestores, o que lhes permite tomar decisões e responder às demandas com mais agilidade.

“Hoje, é muito mais claro a fase em que está cada projeto, quem é responsável pelo quê, quais os prazos, tudo”, detalha o CIO. “A TI ganhou muito em governança”, comemora.

A CEREJA DO BOLO
E é nesta área de projetos que virá em breve a nova fase do projeto de comunicação da Dimed Panvel.

Projetada a quatro mãos pela TI da companhia em conjunto com um parceiro da Soluzzione, e atualmente em desenvolvimento, deve entrar em uso na primeira quinzena de outubro uma ferramenta de informativos mensais sobre os projetos.

O sistema fará disparos de todo o andamento de cada trabalho, além de enviar mensalmente um relatório resumido a todos os executivos envolvidos em cada um.

“É a cereja do nosso bolo”, celebra Dottori.

DE OLHO
Para manter o bom andamento da nova estratégia de comunciação, a Dimed Panvel dá seguimento ao trabalho da Soluzzione com um comitê interno que se reúne periodicamente para debater ações, apresentar novas demandas e avaliar resultados.

Ao longo da implantação do plano, as reuniões eram quinzenais. Daqui para a frente, passam a ser mensais.

O comitê é formado pelo próprio CIO, supervisores e representantes da área de Controle de Qualidade da companhia.

CASE
Em cerca de três meses de aplicação, a nova estratégia comunicacional já fez a diferença em projetos como um da área de infraestrutura, que Dottori não detalha, mas define como “grande”.

Neste caso, o básico da nova comunicação foi adotado: “Falamos ao usuário sobre os resultados que o projeto trará para ele, e não especificamente do que faremos, com que soluções trabalharemos e aspectos que são cacoetes da TI, mas que para quem usa não acrescentam”, define o CIO.

A MARCA DA COMUNICAÇÃO
Melhorar a comunicação TI – usuário não é preocupação recente da Dimed Panvel: há cerca de quatro anos a empresa já usa a marca InteraTIva para ações da área.

Sempre acompanhada do logotipo do grupo, para não gerar a ideia de desintegração, a marca é um dos motes da unificação e padronização de discursos e processos na companhia porto-alegrense.

A REDE

O grupo é formado pela distribuidora de medicamentos Dimed, o laboratório Lifar e a varejista Panvel, e nos últimos anos acentuou seu crescimento, passando de um faturamento de R$ 240 milhões em 2003 para R$ 1,3 bilhão em 2010. Para 2012, a meta é chegar à casa do R$ 1,7 bilhão.

No mês passado, a companhia anunciou investimento de R$ 60 milhões, financiados pelo Badesul e pela Secretaria de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (SDPI), em uma nova matriz administrativa e um centro de distribuição em Eldorado do Sul, na Grande Porto Alegre.

A iniciativa faz parte do investimento de R$ 220 milhões previsto pelo grupo para os próximos cinco anos.

QUATRO MÃOS
A diretora presidente da Soluzzione, Sílvia Somenzi, explica que todos os aspectos que envolvem a comunicação foram considerados para a consultoria – da comunicação via e-mail até o catálogo de serviços da TI.

Ao longo do trabalho de consultoria as soluções foram sendo aplicadas e testadas, com a verificação de resultados.

“Um das questões que realmente impressionaram foi a colaboração da TI e abertura em participar para construir soluções conjuntamente”, elogia Sílvia. “Tivemos um excelente feedback sobre este trabalho: o engajamento fez toda a diferença”, completa.

O case é referência para a Unidade de Serviços de Consultoria da Soluzzione, lançada no ano passado com oferta de serviços como planejamento estratégico de marketing, marketing de relacionamento, gestão de mudança, plano de comunicação para projetos e estratégia de comunicação (em especial para TI), com coaching.

Consultoria que Sílvia considera um “marco de inovação na TI”.

Para ela, é primordial que os departamentos de TI das empresas passem do modelo de comunicação basedo nas habilidades pessoais de um ou outro colaborador para um formato em que a comunicação é pilar de atuação e foca todos os perfis de interlocutores.

“Quando a estratégia sinaliza que a comunicação é importante, toda a equipe passa compreender que deve fazer parte do seu dia-a-dia”, finaliza a executiva.