EXÉRCITO NA NUVEM

MS Brasil: canais para dobrar em cloud

24/09/2012 10:35

Empresa quer fechar 2013 com três mil canais no país, aproveitando a previsão de crescimento do mercado de cloud brasileiro até 2015.

Microsoft recruta exército de parceiros para a nuvem. Foto: Flickr.com/defenceimages

Tamanho da fonte: -A+A

A Microsoft lança o Parceiros na Nuvem, programa para canais especializados na área, na qual a companhia projeta dobrar a adoção de suas soluções no Brasil em três anos.

A previsão se baseia em uma pesquisa encomendada pela Microsoft à Edge Strategies, que demonstra o potencial de duplicação do mercado de cloud brasileiro até 2015, e com base nisso a empresa projeta o reforço da base de canais: hoje, a marca tem mais de 1,2 mil parceiros com foco em nuvem no país, e a meta é chegar a junho de 2013 com três mil.

Para participar do programa é pré-requisito ser parceiro Microsoft de qualquer nível (Community, Silver ou Gold).

Se o interessado ainda não for canal, pode registrar-se gratuitamente, explica André Ruiz, gerente de Estratégia e Programa de Canal da Microsoft Brasil.

“O Parceiros na Nuvem traz as melhores práticas que capturamos junto ao canal brasileiro nos últimos 12 meses e acompanhamento de especialistas com objetivo de reduzir à metade o tempo de capacitação dos parceiros”, afirma Ruiz.

Na pesquisa encomendada à Edge Strategies, realizada entre outubro e dezembro de 2011, foram entrevistadas 250 empresas de pequeno e médio porte no Brasil.

Destas, 64% afirmaram acreditar que esta a cloud computing determinará o sucesso do negócio nos próximos três anos.

Já em 2012, 33% das PMEs analisadas já utilizam algum tipo de solução em nuvem  - mais da metade, somente e-mail. Percentual que, segundo o estudo, deve chegar até 80% em 2015.

Os interessados em participar do Parceiros na Nuvem devem buscar mais informações pelo site oficial da iniciativa.

A Microsoft Brasil, uma das 112 subsidiárias da multi em todo o mundo, possui 14 escritórios regionais, dos quais atende a mais de 18 mil empresas clientes.

Veja também

PERDEU
Microsoft leva cliente do Google

Novo cliente da marca é o Lycée Molière, escola francesa bilingue da cidade do Rio de Janeiro, que escolheu a solução Microsoft Live@edu. São 900 usuários no colégio, entre alunos e funcionários.

MIGRAÇÃO
Renner: workflow 5 vezes mais rápido com Microsoft

Projeto substituiu solução na nuvem Google Apps, instalado em 2010. Inicialmente com 2,5 mil colaboradores, implantação do Office 365 pode chegar a 14 mil usuários na empresa.

BITS 2012
Microsoft Research terá braço no Brasil

Nos próximos seis meses, Brasil terá primeiro centro de pesquisa da multinacional na América Latina.

MS À TI
Microsoft anuncia solução para CIOs

Com foco nos CIOs, a Microsoft lançou nessa semana o System Center 2012, no evento anual Microsoft Management Summit, em Las Vegas (EUA).

O objetivo da solução, segundo a empresa, é tornar mais fácil o trabalho dos gestores de TI, reforçando a estratégia da companhia, mais voltada à gestão.

Microsoft: CRM com cloud computing

A Microsoft lança mundialmente o Microsoft Dynamics CRM Online, CRM na nuvem da empresa.

O programa foca em grandes empresas que desejam reduzir custos portando a TI para a nuvem e em pequenas e médias que pretendem aprimorar a infraestrutura com aplicações que antes tinham o preço proibitivo.

Pelo site (acesse nos links relacionados abaixo) os clientes podem conhecer a nova ferramenta e fazer um teste por 30 dias.

Ilegra foca em portais e nuvem Microsoft

A porto-alegrense Ilegra ampliou o portfólio, apresentando serviços integrados para portais e colaboração, plataforma de dados e nuvem da Microsoft.

Cloud continua cortando cabeças na Microsoft

Os passos da Microsoft na computação em nuvem continuam dando dor de cabeça, e às vezes cortando algumas.

Nessa terça-feira, 11, o presidente da divisão de servidores e ferramentas corporativas da empresa, Bob Muglia, acertou sua saída, e gerou grande especulação sobre os motivos da demissão, que vão de insatisfação interna com a estratégia de cloud computing ao esgotamento psicológico de Muglia.

Microsoft se atira na nuvem

O CEO da Microsoft, Steve Ballmer, deu o tom de qual deve ser a estratégia da companhia nos próximos anos na abertura do WPC 2010, que começou em Washington nesta segunda-feira, 12.