FISCAL E ANALÍTICO

Conam e W5 oferecem NF-e com BI para prefeituras

24/10/2012 13:17

Prefeituras são o alvo da nova solução.

Tamanho da fonte: -A+A

A Conam e a W5 Solutions desenvolveram uma solução de nota fiscal eletrônica na nuvem, com recursos de BI, específica para os municípios, com recursos de adaptação à legislação de cada localidade.

Com a solução, as prefeituras podem visualizar dados em gráficos, tabelas e grids.

“Por exemplo, podem saber qual é o serviço mais prestado no município e, a partir dessa informação, incentivar algum ramo a se instalar”, explica o diretor de Novos Projetos da Conam, Fabian Rodrigues Caetano.

A solução de NF-e para prefeituras traz também recursos como Recibo Provisório de Serviço (RPS), que permite preenchimento da nota no computador e só depois sua transmissão, em virtude de grandes volumes de notas.
Cruzamento de informações para que a nota seja confrontada com a Declaração de Serviços, que é obrigatória e emitida pelo tomador de serviços, também é funcionalidade incluída.

O diretor da W5 Solutions, Marcos Abellón, conta que 11 cidades de São Paulo que já usam a solução de NF-e podem agora aderir ao recurso de BI.

A lista inclui Taboão da Serra, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Itapecerica da Serra, Embu Guaçú, Taubaté, Mairiporã, Itapeva, Altinópolis, Caieiras e Cabreúva.

“O sistema pode ser adotado em prefeituras de qualquer estados brasileiro”, conta ele.

A W5 Solutions atua em soluções customizadas na web, BI, consultoria, desenvolvimento e gerenciamento de projetos.

Já a Conam é especializada no setor público, atuando em suporte nas áreas de finanças e orçamento, contabilidade, administração e controle, economia, recursos humanos, licitações e contratos, tributação municipal, processo legislativo, entre outras.

Veja também

LEI DA INFORMAÇÃO
RS: 95% das cidades sem transparência

Segundo levantamento do Tribunal de Contas do Estado, apenas 14 prefeituras gaúchas estão em concordância com a lei.

GUGA
Site põe cidadãos a apontar queixas locais

Usuários podem apontar problemas e sugerir melhorias para a sua cidade, nas áreas da saúde, segurança, manutenção e trânsito.

INCENTIVO
Sul tem 15 das 80 cidades digitais

Paraná tem oito, Rio Grande do Sul tem seis e Santa Catarina tem apenas uma cidade.

Brasília: força para o ERP gratuito nas cidades

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) abriu nesta terça-feira, 24, uma consulta pública sobre a criação de uma ata de registro de preço para contratação de serviços para alguns softwares disponíveis no Portal do Software Público.

Porto Alegre: R$ 5 mi para NFS-e

Uma das últimas capitais brasileiras a adotar a nota fiscal eletrônica de serviços (NFS-e), Porto Alegre vai investir cerca de R$ 5 milhões na implantação de um sistema para a fazenda municipal.

Com previsão de go live até junho de 2012, o sistema adotado na capital gaúcha vem de Minas Gerais, através de uma transferência tecnológica com a Prodabel, empresa municipal de processamento de dados de Belo Horizonte.

Belchior: TI tem custo proibitivo para prefeituras

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, defendeu a utilização do Portal do Software Público pelas cidades brasileiras durante a abertura do  Encontro Nacional de Tecnologia da Informação em Brasília nesta terça-feira, 25, afirmando que a TI para os municípios tem um “custo proibitivo”.

Sebben: ERP livre para municípios é mais caro

Mário Sebben, presidente do grupo Datasys e ex-presidente do Seprorgs, publicou um artigo no Baguete Diário nesta segunda-feira, 24, com críticas à política do governo federal de estimular a adoção de software de gestão livres na administração pública.

Dueto nas prefeituras mais transparentes do RS

No ranking das 20 prefeituras mais transparentes do Rio Grande do Sul, definido pelo TCE-RS, quatro usam o Pronim, software para divulgação de dados de gestão municipal da gaúcha Dueto: Santa Maria, Cachoeira do Sul, São Gabriel e Antônio Prado.

As cidades ocupam, respectivamente, a segunda, quarta, oitava e nota colocações no ranking, que tem a liderança dividida por Porto Alegre e Cachoeirinha.