Engevix é especializada em engenharia. Foto: flickr.com/photos/aldoaldoz

A Engevix, gigante brasileira do setor de engenharia, roda uma solução de gestão de processos de negócios (BPM, na sigla em inglês), da gaúcha Processor, hospedada na Azure, a nuvem da Microsoft.

Ao todo, o sistema atende a 1,5 mil usuários na companhia, que tem escritórios em São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro e no Distrito Federal e faturou R$ 3 bilhões.

Um dos principais processos integrados ao sistema foi o do service desk. São cerca de quatro mil usuários dos sistemas computacionais da empresa e 150 atendentes de chamados, todos interagindo por meio desse serviço.

“O diálogo com a Processor é aberto e tivemos o prazer de receber algumas sugestões de melhorias em nossas soluções implantadas no sistema, o que é muito bom, porque todos crescemos juntos”, destaca Ciro Schmitt , diretor corporativo da Engevix.

Para rodar na Azure, o que trouxe uma redução de custos em servidores de mais de 50% do projeto inicial, a Processor fez uma migração do Java para .Net.

O Grupo Processor tem matriz na cidade de Porto Alegre e unidades no Brasil em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Londrina, Chapecó e Belo Horizonte, além de operações no Chile, Colômbia e escritórios comerciais na Argentina e Estados Unidos.

O portfólio inclui consultoria, outsourcing, ERP, suporte, serviços técnicos, aplicações (BI, BPM, portais), segurança e CRM. A empresa foi eleita pela Microsoft o Parceiro do Ano no Brasil – 2013.