A ação inclui iFood, Rappi, Sírio-Libanês, Zenklub e Zee.now. Foto: divulgação.

O Nubank anunciou que vai destinar cerca de R$ 20 milhões para ajudar os clientes - com serviços de saúde e delivery - durante a quarentena provocada pela pandemia de coronavírus.

Segundo a empresa, o valor foi realocado da verba de marketing dos próximos dois meses e de outros ganhos de eficiência.

Para aqueles que precisarem de entrega de comida e estejam passando por dificuldades por causa do coronavírus, o banco está oferecendo créditos nos aplicativos iFood e Rappi - cobrindo todo o valor da compra e entrega.

Na área da saúde, o Nubank vai disponibilizar códigos para teleorientação médica no hospital Sírio-Libanês. O hospital disponibilizou gratuitamente mil consultas-atendimentos e o banco irá utilizar a verba para pagar o restante.

De acordo com a situação do cliente, o Nubank também vai oferecer vouchers para o Zenklub, plataforma que conecta, por vídeo, pacientes a terapeutas, psicólogos, psicanalistas e outros especialistas em saúde emocional.

Já para quem tem animais de estimação, o banco vai disponibilizar vouchers de até R$ 100 de desconto em compras no Zee.Now, aplicativo de delivery de produtos de petshop. Neste caso, o app funciona apenas nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

Para se beneficiarem, os clientes devem buscar os canais de atendimento do banco, onde cada demanda será analisada. 

O Nubank já captou US$ 820 milhões em sete rodadas de investimentos e encerrou o primeiro semestre de 2019 com um prejuízo contábil de R$ 139 milhões.

A fintech possui 2,5 mil funcionários e sua a base de clientes cresce em um ritmo de 50 mil por dia.