Educação está mudando rapidamente. Foto: Pixabay.

O mundo está mudando e, cada vez mais, a necessidade de adaptação às novas tecnologias tem impactado no modo como o Brasil e o resto do mundo encara a educação.

Ao longo dos anos, o aprendizado no Brasil tem sido severamente criticado, colocando-se em causa o próprio sistema de ensino, as estruturas de formação dos professores e as lógicas corporativas que o regem.

As diferenças de estrato social têm um grande impacto quando falamos do acesso a um ensino de qualidade e verdadeiramente orientado para a oferta de oportunidades iguais para todos.

Hoje, o acesso à tecnologia é uma parte da promessa de mudança para o povo brasileiro. A Internet e toda sua rede, não só promove a obtenção de conhecimentos sobre a atualidade nacional e internacional, como começa a adaptar-se às necessidades efetivas das pessoas do mundo, orientando-se para a criação de estruturas de ensino mais viáveis e que podem vir a alterar por completo as dinâmicas da educação a nível global.

São exemplo da evolução da educação e da cultura o aparecimento de sites destinados à consulta de informação sobre história; o aparecimento frequente de vídeos explicativos que ensinam, passo a passo, o desenvolvimento de determinadas tarefas; os dicionários e enciclopédias online; e até os serviços de reforço escolar, cursos ou de aulas online.

Vale a pena conhecer algumas destas estruturas e compreender de que forma a Internet começa a assumir-se como um espaço de difusão cultural e educativa. Hoje, veremos 5 exemplos de sites e conteúdos que podem contribuir de forma positiva para educar as pessoas e cujo uso poderá, inclusive, vir a ser integrado em instituições formais de ensino no futuro.

1. Sites de aulas particulares

Quer aprender mais sobre uma matéria? O tempo dos professores ou dos cursos físicos tem agora um forte concorrente: a Internet. 

Hoje, sites diversos - como o Superprof - permitem a escolha entre diversas matérias, capacidades e disciplinas e que o aprendizado seja feito por um professor especializado na matéria que você escolheu, com aulas personalizadas e focadas em suas necessidades.

Além de se tratarem de pessoas competentes e com currículos diferenciados, esta é uma forma de garantir uma aprendizagem que respeita os seus interesses e o seu tempo.

2. Dicionários online

Longe da dinâmica antiga do folhear das páginas dos dicionários em busca de uma palavra cujo significado é desconhecido para si; os sites com dicionários permitem uma pesquisa rápida da palavra.

Significados, sinónimos, antónimos, rimas e até conjugações de verbos podem ser consultadas nesses sites que, sem dúvida, ajudam a descomplicar o português.

Se você quiser poderá até consultar, nesse tipo de site, as variantes das palavras com dupla grafia devido aos acordos ortográficos.

3. Vídeos explicativos

Você pode querer aprender se maquiar, a montar um móvel, a fazer um exercício matemático, a trocar um cano ou criar uma peça de decoração para a sua casa partindo do zero. Não importa o que queira aprender: é certo que encontrará alguém que sabe fazê-lo e que já publicou um vídeo passo a passo sobre o assunto.

Hoje, é fácil aprender algumas competências observando outros nos seus canais, através de vídeos exemplificados, que explicam passo-a-passo como fazer um determinado serviço ou solucionar uma questão.

4. Sites de aglomeração de informação

Não é uma novidade. Sites como a Wikipedia sempre estiveram presentes nas vidas de quem cresceu com a Internet. Ainda assim, hoje, não só a informação é mais vasta do que nunca, como a verificação de fontes acontece de forma mais expansiva, permitindo o acesso a vários tipos de informação credível e de qualidade.

Estes sites, que aglomeram questões da História, da Filosofia, da Psicologia e de várias outras ciências humanas são ideais para nos levar numa viagem até ao passado para conhecer eventos, teorias e acontecimentos que marcaram o mundo.

Estes sites permitem uma pesquisa rápida e são ideais para utilizar como fontes para trabalhos, sendo que a existência de links para diversas temáticas pode despertar o interesse e contribuir para um enriquecimento cultural de quem os utiliza.

5. Aplicações para aprender idiomas

Os Millennials serão, talvez, a geração mais global de todas as que já existiram e, por isso, o aprendizado de línguas estrangeiras torna-se muito importante para as novas gerações.

Felizmente a internet não pulou esse assunto e permite o acesso ao aprendizado de várias línguas por apps, videos e outros dispositivos de forma 100% gratuita. 

Hoje, com um celular na mão e alguns minutos, é possível aprender línguas estrangeiras e também conversar com pessoas de vários outros países, trocando informações com nativos e melhorando facilmente o nível da língua. 

Podemos resumir então que a globalização está à dois cliques!