O Parque Tecnológico de Andaluzia conta com mais de 660 empresas instaladas. Foto: Divulgação/PTA.

O Feevale Techpark formalizou um acordo com o Parque Tecnológico de Andaluzia, localizado em Málaga, na Espanha, para promover atividades de interesse comum, como missões comerciais com delegação empresarial, eventos internacionais e intercâmbio de estudantes, além de ações voltadas a startups e outras empresas instaladas nos parques.

A parceria foi assinada pelo pró-reitor de Inovação da Universidade Feevale, Cleber Prodanov, e pelo diretor geral do Parque Tecnológico de Andaluzia, Felipe Romera Lubias.

O Parque de Andaluzia busca oferecer apoio para empresas que buscam iniciar atividades na Espanha.Por meio de seus espaços e unidades de incubação, fornece serviços a empresas estrangeiras que estejam interessadas em explorar o mercado local.

As tratativas entre a Feevale e o parque começaram em setembro de 2017, quando Prodanov, juntamente com a gestora executiva do Feevale Techpark, Daniela Eckert, participaram de uma missão na Espanha, onde visitaram parques tecnológicos, universidades e centros de inovação e negócios.

O acordo prevê o fornecimento de informações e indicadores econômicos a empresas interessadas em setores produtivos, incentivos e programas de financiamento, alternativas de mobilidade, instalações para alojamento, consulados e embaixadas.

Cada universidade oferecerá espaços para atividades de coworking e para reuniões das empresas que pretendam em estabelecer contatos no Brasil ou na Espanha. 

Além disso, durante o processo de instalação as empresas receberão apoio técnico e administrativo, bem como assistência para a criação de novos vínculos de cooperação em nível local, regional, nacional e internacional.

O Parque Tecnológico de Andaluzia conta com mais de 660 empresas instaladas. O setor de Tecnologia da Informação é o que tem maior presença, respondendo por 32% do total de empresas. No local há mais de 18.750 trabalhadores.

Entre as grandes empresas com unidades no Parque estão Ericsson, Fundación Vodafone, Huawei, Oracle e Ricoh.