"Quem é a que mais ganha participação de mercado, hein?". Foto: SalesForce.

A SalesForce foi o player no mercado de sistemas de gestão de relacionamento com clientes que mais ganhou participação no mercado mundial de CRM em 2018, saltando 1,2 ponto percentual, para 19,5%, com vendas totais de US$ 9,4 bilhões.

Os dados fazem parte de um estudo sobre o mercado global de CRM divulgado pelo Gartner, que destaca que a categoria segue sendo a área de aplicações corporativas com maior e mais rápido crescimento no cenário global.

Talvez por isso nos últimos tempos muito se ouviu falar sobre CRM em empresas como a SAP, que lançou em junho do ano passado uma nova oferta de CRM combinado bilhões em aquisições, ou da Oracle, por meio de uma estratégia integrada com outras aplicações.

Pelo menos em 2018, o mercado não se comoveu.

A SAP ficou em segundo lugar no ranking, com os mesmos 8,3% de 2017, e a Oracle teve um crescimento de meio ponto para 6%, ficando em terceiro.

Completam ainda a lista a Adobe, com 4,8 (pequena queda de 0,3 ponto percentual) e a Microsoft, que ficou nos mesmos 2,7%.

O Gartner indica que aproximadamente 72,9% dos investimentos em CRM, em 2018, foram no formato de Software como Serviço (SaaS), e que este índice deverá crescer para aproximadamente 75% do total das vendas de software de CRM este ano. 

Pode ser um bom sinal para a SalesForce, que é a pioneira quando o assunto é SaaS, tendo sido uma das primeiras empresas a se tornarem realmente grandes vendendo software como serviço.

Talvez a verdadeira batalha em curso no mercado não seja SAP e Oracle X SalesForce.

A SalesForce tem mais mercado do que as duas concorrentes juntas no momento.

Por outro lado, a maior participação de mercado apurada pelo Gartner ainda é da categoria "Outros", com 58,8% em 2018.

Essa porcentagem, no entanto, caiu 1,1 ponto percentual desde o levantamento anterior, indicando que essa é a origem, junto com a queda da Adobe, do magro crescimento da Oracle.