A Everis faturou R$ 197 milhões no Brasil no seu ano fiscal 2015, encerrado em março, o que representa uma alta de 20% em relação ao exercício anterior.

O resultado é um pouco superior aos 18% obtidos em 2014 e ficou em linha com os resultados globais da multinacional espanhola de soluções de estratégia e de negócios, que fechou o mesmo período com 816 milhões de euros, uma alta também de 20%.

Já o EBITDA foi de 74,3 milhões de euros, o que representa  42% a mais em relação ao ano anterior.

“Nós fomos capazes de nos superar, de entrar em novos clientes com projetos importantes, e adaptar os nossos serviços a todos os nossos clientes”, explica Fernando Apezteguia, CEO da Everis Brasil.

A Europa (Bélgica, Espanha,  Itália, Luxemburgo, Portugal e Reino Unido) é o principal mercado da Everis, respondendo por cerca de dois terços do total. Dessa parte, quase tudo vem da sede, na Espanha.

Nas Américas, o Brasil é o maior mercado, mas está atrás em crescimento dos Estados Unidos (56,5%), seguido de Peru (42,5%) e Argentina (35,3%).

Em nota, a Everis frisa que o total na região atingiu um faturamento de 219 milhões de euros, apesar do impacto do câmbio desfavorável (de aproximadamente 30%) em todas as moedas da região.

A Everis começou sua internacionalização pela região, abrindo uma operação no Chile, sua primeira fora da Espanha. Além disso, está no México e na Colômbia. 

Ao todo, a Everis conta com 16 mil profissionais. A empresa foi comprada em 2013 pela NTT Data, empresa de serviços de TI do grupo japonês NTT, em um negócio de US$ 761,2 milhões.

O negócio visava justamente fortalecer a presença da NTT em regiões como a América Latina. 

No Brasil, a Everis tem cinco escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

A companhia conquistou tem a certificação CMMI nível 5 em seus seis centros de alto rendimento, localizados no Brasil (Uberlândia), Argentina, Chile e Espanha.

A Everis atua nos setores de telecomunicações, serviços públicos, financeiros, industriais, de energia e o setor de saúde.