GESTÃO

Softex adota Channel, da JExperts

25/08/2015 10:19

A intenção do projeto foi tornar mais eficientes os programas gerenciados pela entidade.

Ney Leal, vice-presidente executivo da Softex. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Softex adotou a plataforma da JExperts, desenvolvedora de softwares e serviços para gestão corporativa. A intenção do projeto foi tornar mais eficientes desde o planejamento até a execução e o controle dos diversos programas gerenciados pela entidade em prol do setor brasileiro de software e serviços de TI.

A entidade utiliza o Channel, um software corporativo que promove o alinhamento das operações e dos projetos por meio de diversas práticas de gestão, como balanced scorecard, gerenciamento de portfolios e projetos, gestão de demandas e rotinas de trabalho, performance e riscos corporativos.

“A adoção nos permite trabalhar de forma mais eficiente e integrada. Também somos capazes de monitorar com mais precisão os resultados de cada um dos projetos conduzidos pela entidade” avalia Ney Leal, vice-presidente executivo da Softex.

Utilizada por mais de 200 empresas em todo o país, a plataforma Channel promove a gestão integrada entre estratégia, projetos e processos. 

“A Softex é uma entidade representativa extremamente importante para a indústria de software nacional. Nossa missão é ser o principal parceiro de organizações que buscam o desenvolvimento da governança sustentada por tecnologia da informação, daí nosso interesse em participar desse projeto”, explica Diogo Almeida, gerente de Contas e Canais da JExperts.

Fundada em 2002 em Florianópolis, a JExperts trabalha com duas unidades de negócios: a fábrica de software certificada MPS nível G e a plataforma web Channel.

A empresa tem filiais em São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto e Brasília.

Veja também

TECHNOLOGY WEEK
Softex leva startups para Londres

Estarão na viagem as startups Emotion.me, Virtual Avionics, Sistema Hiper, MaxMilhas e Convenia.

DESONERAÇÃO
Seprorgs: críticas à Brasscom

Para o sindicato patronal gaúcho, a poderosa entidade de TI negociou mal a desoneração.

QUALIDADE
Caxias: mais certificados MPS.BR

Os grupos cooperativados começaram na Serra Gaúcha ainda em 2010. 

SOFTEX
Brasileiras buscam negócios na Colômbia

Das 50 empresas presentes no evento Brasil Tecnológico, 13 são do setor de TI.

SANTA CATARINA
Sebrae leva 8 startups ao Vale do Silício

As escolhidas foram Atar, Desk14, Disruptiva, iBID, PartyON, QAMetrik, Smarket e Treasy.