SAP

RDS é redondinho para o Sul

25/09/2012 15:49

SAP vê implantações rápidas como oferta perfeita para o mercado exigente da região.

Fabiano Sant´Ana. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O Sul, seu fértil mercado de agronegócio e indústrias e seu famoso público ávido por inovação a baixo preço, em pouco tempo, são um dos focos da SAP em sua estratégia de RDS - Rapid Deployment Solutions.

Na região, a multi já tem alguns dos maiores de seus 14 parceiros desta linha de negócios, como a gaúcha ITS e a Resource, que é paulista mas tem operações em Curitiba e Itajaí; e também cases de sucesso em implantações rápidas, como a catarinense Durin e o próprio SAP Labs, mantido pela companhia em São Leopoldo.

DE CASA
A implantação do Labs gaúcho nasceu como referência para o mercado da região e do país, conta Fabiano Sant´Ana, líder de Vendas RDS da SAP Brasil.

“Implantamos em seis semanas uma solução de automatização de custos de energia, que hoje gere recursos como água, luz, gás, biomassa, tudo”, destaca o executivo.

No projeto, a SAP aproveitou para concentrar alguns dos argumentos que pretende abordar no sul: abrangência, eficiência, rapidez e economia.

“O mercado da região tem práticas muito fortes de excelência e muita produção industrial. Por isso, o que importa para este mercado é uma implantação ágil, eficaz e que permita atender a altas demandas logo, para que logo se possa inovar e agregar novos recursos, soluções e módulos aos negócios”, resume Sant’Ana.

Lançado no começo de 2011, o portfólio RDS da SAP já conta com mais de dois mil clientes no mundo, dos quais 154 são latino-americanos.

No Brasil, o número exato não é divulgado, mas além da Durin há nomes como o Bradesco, que adotou soluções de implantação rápida para a parte financeira e agora negocia a expansão para outras aplicações.

E a promessa é de crescimento rápido no mercado local.

“Nos últimos cinco meses tenho visitado uma média de duas a três empresas por dia que já são SAP e querem simplificar projetos com RDS”, avalia Sant’Ana.

Ele lembra que não é preciso já ser cliente da multi alemã para apostar nas soluções rapidinhas: 60% a 70% dos pacotes RDS não dependem de um backoffice SAP, garante o diretor de vendas.

Pacotes que incluem mais de 100 ofertas, nas linhas de ERP, CRM, Hana, All in One, B1 e diversas outras.

O B1, por sinal, é um dos mais fortes apelos da nova estratégia, já que é o ERP da SAP para pequenas e médias empresas, vertical que no Brasil é a menina dos olhos da companhia - só no ano passado a oferta da alemã para o SMB local passou dos 33 mil contratos.

Hoje, dos mais de quatro mil clientes da carteira brasileira, 34% são de pequeno porte e 36%, de médio.

“O Business One nada mais é do que RDS do ERP, é a versão com menor complexidade, mais acessível. Agora, que ofetamos B1 no Hana, trata-se só de levar este RDS para a nuvem. É automático, e o mercado SMB só tem a se beneficiar com isso”, comenta Steven Birdsall, líder global de RDS da SAP.

Nem Birdsall, nem Sant’Ana têm dúvidas de que o portfólio Rapid Deployment chega para ganhar, prometendo até mesmo aniquilar todos os demais modelos de implementação da SAP.

“Afinal, se você prefere comprar e implantar o software de forma tradicional, mais complexa, cara e demorada, é uma opção sua”, analisa Bridsall. “O mercado do Brasil tem se mostrado tão aberto que nossa meta de expansão nesta área não baixa de 100%. São soluções de perfeita adaptação e escalabilidade, que interessam a todas as verticais”, finaliza Sant’Ana.

Veja também

RDS
SAP na era do Software as a Bicycle

Soluções de rápida instalação da SAP miram mercado de pequenas e médias empresas, nicho a ser desbravado no Brasil.

MUITO ALÉM DO B1
SAP cresce a oferta para pequenas

O Hana, estrela do portfólio SAP desde 2010, agora em opções para pequenas e médias empresas.

TRÊS MESES
Resource ligeira com SAP!

Quando o assunto é SAP, a palavra de ordem da Resource é rapidez: a integradora vem ao SAP Fórum com anúncios de um projeto relâmpago de implantação do ERP alemão em três meses na Magna Seating, e a conquista da certificação RDS, vinda do inglês Rapid Deployment Solution.

OLHO NO CALENDÁRIO
Oracle lidera atraso na implantação de ERP

Pesquisa indica que mais da metade das implantações de ERP atrasam. No pódium pouco desejado, Oracle, SAP e MS.