Edivaldo Rocha, CEO da CorpFlex. Foto: Divulgação.

A Alliar, empresas de diagnóstico médico por imagem, contratou a CorpFlex, especializada em cloud corporativa e outsourcing de TI, para um projeto de segurança da informação. A companhia adotou o firewall como serviço utilizando equipamentos da Fortinet.

Fundada em 2011 após uma fusão entre quatro players de diagnóstico por imagem, a Alliar está presente em 10 estados brasileiros, somando mais de 5 mil colaboradores e 900 médicos parceiros.

Para garantir a segurança dos dados, a empresa conta com soluções da CorpFlex, principalmente em seu command center, que permite a operação remota e simultânea de equipamentos de ressonância magnética, além da visualização dos exames de imagem realizados em diferentes cidades do país.

A CorpFlex trabalha a interligação dos centros de diagnósticos médicos da Alliar, mas a companhia de saúde tinha preocupações com a segurança da informação e com o controle e conectividade em todas as pontas do ambiente.

Leandro Santos, coordenador de infraestrutura da companhia, afirma que as dificuldades foram sanadas com o novo contrato.

“O nosso Command Center, que interliga o Brasil inteiro em uma conexão de ponto a ponto com redundância, hoje conta com uma arquitetura de segurança dinâmica, com controles de banda e acessos e alta disponibilidade”, afirma Santos.

Para o projeto, a CorpFlex fornece cerca de 80 firewalls

“Isso garante a solidez da segurança da informação e a conectividade de cada unidade ao Command Center da Alliar. Já a telerradiologia da Alliar irá passar a usar o conceito na nuvem”, relata Edivaldo Rocha, CEO da CorpFlex.

Para o futuro, os planos são seguir na modernização da infraestrutura de TI da companhia. 

“Em 2018, vamos estudar a opção de SIEM (Security Information and Event Management) para o gerenciamento de eventos e informações de segurança, com intuito de criar uma correlação e integração com outras ferramentas. Também focaremos em projetos de automação e inteligência artificial, então, também teremos que aprimorar ainda mais nossa infraestrutura e arquitetura de rede”, afirma Santos.

Fundada em 1992, a CorpFlex é uma empresa fornecedora de soluções em outsourcing de TI e cloud computing. A companhia está sediada na cidade de Barueri e possui uma carteira de 550 contratos, com cerca de 30 mil usuários.

Há cerca de um ano, a empresa anunciou a entrada do fundo de investimento 2bCapital como seu acionista minoritário. A 2bCapital é uma gestora de private equity com foco em empresas de médio porte. 

O plano da empresa é acelerar o crescimento nos próximos cinco anos com as soluções de private cloud, acesso seguro e suporte gerenciado, continuando a apostar nos segmentos onde já atua.