EXCLUSIVO

ABB cria marketplace com Magento

26/02/2021 10:32

Companhia buscava por fornecedor que tivesse integração com soluções como SAP e Mirakl.

Fundada em 1988, a ABB tem faturamento de US$ 27,98 bilhões. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A ABB, gigante suíça de energia e automação industrial, adotou a solução Magento Commerce, da empresa de e-commerce pertencente à Adobe, para criar seu marketplace.

Para implementar a loja virtual, a empresa procurava por soluções que oferecessem boa experiência de compra para clientes B2B e B2C, adotando de fato estratégia omnichannel com comunicação única.

Segundo a companhia, com a Magento foi possível incluir funcionalidades como cálculo dos impostos, amostragem dos distribuidores mais próximos e inserção de mais de uma pessoa no fluxo de compra para o comprador B2B. 

“Já no B2C, nos tornamos uma ferramenta de trabalho para eletricistas, uma vez que o profissional pode montar um carrinho e enviá-lo para o cliente pagar e receber os produtos que precisa em sua casa”, explica Leonardo Corrêa, gerente do canal distribuição & marketplace da ABB.

Outro desafio era encontrar parceiros que também tivessem atuação global e integração com soluções como a SAP e a Mirakl, empresa de plataformas para marketplaces que permitiu à ABB lançar e escalar o próprio marketplace. 

Por atender essas características, a escolha pela Magento teria trazido mais velocidade na implementação do projeto. 

“O tempo é um fator crucial para digitalizar o canal B2B e ter sucesso nesse crescente setor. Com a melhor plataforma e o conector da Mirakl para Magento, a ABB conseguiu passar da ideia para a realização do projeto em quatro meses”, conta Adrien Nussenbaum, cofundador e CEO da Mirakl nos Estados Unidos.

A ABB ainda contou com o suporte da McFadyen Digital, agência global de comércio estratégico, na criação do marketplace.

Desde o lançamento, as vendas no canal digital cresceram 35% ao mês. Além disso, a entrada no on-line ajudou a ABB no processo de expansão para o Norte e Nordeste, pois a empresa consegue atender clientes dessas regiões com mais rapidez. 

“A estratégia foi tão bem sucedida que a operação brasileira no digital está sendo utilizada como modelo para outras praças que ainda não têm e-commerce. Pensamos de forma global, para agir localmente”, destaca Corrêa. 

Nos próximos passos, a companhia pretende cobrir melhor os sellers da plataforma e expandir o portfólio de produtos, além de ter parcerias para entregas no mesmo dia.

Fundada em 1988, a ABB resulta da fusão da sueca Asea e da suíça Brown, Boveri & Cie. Hoje a companhia opera em mais de 100 países com cerca de 135 mil colaboradores e, em 2019, faturou US$ 27,98 bilhões.

Veja também

INTERNET
MP de SP combate pirataria com Offer

Doação ajudou a evitar a venda de produtos ilegais relacionados com a pandemia.

JOBS
LinkedIn terá mercado de freelas

Rede social corporativa está criando um serviço para contratação de freelancers.

AQUISIÇÕES
Locaweb compra Credisfera e Dooca

Fintech e plataforma de e-commerce custaram R$ 53,1 milhões.

CLIENTES
Banco BV migra para Google Cloud

Pouco a pouco, grandes bancos brasileiros vão fazendo apostas na nuvem.

RESULTADOS
DB1 fatura R$ 79,5 milhões, alta de 23%

Crescimento foi puxado por produtos voltados para área de e-commerce.

 

CONSTRUÇÃO
Juntos Somos Mais investe na Conecta Reforma

A empresa da Votorantim Cimentos, Gerdau e Tigre comprou uma participação minoritária na startup.

PESSOAS
Ex-Ingresso.com é nova VP da Zoop

Renata Sigilião vai liderar a área chamada de “gente e cultura” pela fintech. 

PDV
Locaweb compra ConnectPlug

Esta é a primeira aquisição da companhia em 2021 e a sexta desde o IPO, em fevereiro do ano passado.

CARREIRA
Sotran Logística tem novo CTO

Com 24 anos de experiência, Heitor Avila de Carvalho era diretor de tecnologia da CVC.

FINTECH
Agibank traz diretor do Cielo

Marcelo Oliveira será sócio do banco digital, onde vai liderar novas iniciativas.